Covid-19: Pressão nas UCI em Espanha continua a cair após pico de segunda-feira

A pressão nas unidades de cuidados intensivos (UCI) por causa da covid-19 em Espanha continua a baixar, caindo para 20,7%, depois de, segunda-feira, ter atingido o pico (21,9%).

Covid-19: Pressão nas UCI em Espanha continua a cair após pico de segunda-feira

Covid-19: Pressão nas UCI em Espanha continua a cair após pico de segunda-feira

A pressão nas unidades de cuidados intensivos (UCI) por causa da covid-19 em Espanha continua a baixar, caindo para 20,7%, depois de, segunda-feira, ter atingido o pico (21,9%).

Madrid, 13 ago 2021 (Lusa) — A pressão nas unidades de cuidados intensivos (UCI) por causa da covid-19 em Espanha continua a baixar, caindo para 20,7%, depois de, segunda-feira, ter atingido o pico (21,9%), segundo os dados divulgados hoje pelo Ministério da Saúde espanhol.

Por outro lado, a incidência do novo coronavírus caiu 87 pontos desde o início da semana, para 462 casos em 14 dias.

Segundo as autoridades sanitárias espanholas, nas últimas 24 horas, foram contabilizadas 15.657 novas infeções, o que eleva o número total para 4.693.540 casos desde o início da pandemia, em fevereiro de 2020, enquanto o número de óbitos subiu para 82.470, com mais 63 mortes desde quinta-feira.

Numa semana, foram reportadas 345 mortes associadas à covid-19.

Pela primeira vez desde 16 de julho, a transmissão na faixa etária entre os 12 e os 29 anos, que concentra o maior número de infeções, caiu para menos de mil casos por 100 mil habitantes em 14 dias. 

Assim, no grupo de idades entre os 12 e os 19 é agora de 997 (46 pontos a menos que quinta-feira), enquanto no do entre os 20 e os 29 desceu para 931 (menos 61).

A covid-19 provocou pelo menos 4.333.013 mortes em todo o mundo, entre mais de 205,3 milhões de infeções pelo novo coronavírus registadas desde o início da pandemia, segundo o mais recente balanço da agência France-Presse.

A doença respiratória é provocada pelo coronavírus SARS-CoV-2, detetado no final de 2019 em Wuhan, cidade do centro da China, e atualmente com variantes identificadas em países como o Reino Unido, Índia, África do Sul, Brasil ou Peru.

 

JSD // EL

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS