Covid-19: Prémio Pessoa vai ser anunciado a 11 de março por transmissão de vídeo

O Prémio Pessoa 2020, cujo anúncio foi adiado em dezembro do ano passado para este ano, devido aos riscos da pandemia, vai ser anunciado na próxima quinta-feira, a 11 de março, numa transmissão por vídeo, divulgou hoje a organização.

Covid-19: Prémio Pessoa vai ser anunciado a 11 de março por transmissão de vídeo

Covid-19: Prémio Pessoa vai ser anunciado a 11 de março por transmissão de vídeo

O Prémio Pessoa 2020, cujo anúncio foi adiado em dezembro do ano passado para este ano, devido aos riscos da pandemia, vai ser anunciado na próxima quinta-feira, a 11 de março, numa transmissão por vídeo, divulgou hoje a organização.

A atribuição do Prémio Pessoa, na 34.ª edição, no valor de 60 mil euros, será conhecida às 12:00 de quinta-feira, 11 de março, através da divulgação de um vídeo.

O Prémio Pessoa é uma iniciativa do semanário Expresso e da Caixa Geral de Depósitos, e visa reconhecer a atividade de cidadãos portuguesas com papel significativo na vida cultural e científica do país, tendo distinguido 35 personalidades desde 1987, em duas edições com dois premiados em simultâneo.

No ano passado, o Prémio Pessoa distinguiu o ator, encenador e diretor artístico do Teatro Nacional D. Maria II, Tiago Rodrigues, pela sua “carreira de excecional projeção dentro e fora do país”, e num reconhecimento do seu “contributo notável para o desenvolvimento do campo das Artes Performativas portuguesas”, segundo a justificação divulgada, na altura, pelo júri.

Com esta escolha, Tiago Rodrigues tornou-se o vencedor do 33.º Prémio Pessoa e o segundo mais novo de sempre, depois da investigadora Maria Manuel Mota, distinguida em 2013.

O júri do Prémio Pessoa 2020 é composto por Francisco Pinto Balsemão, que preside, Emídio Rui Vilar, vice-presidente, Ana Pinho, António Barreto, Clara Ferreira Alves, Diogo Lucena, Eduardo Souto de Moura, José Luís Porfírio, Maria Manuel Mota, Pedro Norton, Rui Magalhães Baião, Rui Vieira Nery, Viriato Soromenho-Marques.

Os membros do júri decidirão com base nas candidaturas já recebidas, que se mantiveram válidas.

Entre os vários galardoados com este prémio, desde que foi instituído, em 1987, contam-se personalidades como José Mattoso, António Ramos Rosa, Maria João Pires, Menez, António e Hanna Damásio, Herberto Helder (que o recusou), Cláudio Torres, Vasco Graça Moura, João Lobo Antunes, José Cardoso Pires, Eduardo Souto Moura, Emma uel Nunes, João Bénard da Costa, Sobrinho Simões, Mário Cláudio, Luís Miguel Cintra, Maria do Carmo Fonseca, Eduardo Lourenço, Maria Manuel Mota, Richard Zenith, Manuel Aires Mateus, Rui Chafes e Frederico Lourenço.

 

 

Impala Instagram


RELACIONADOS