Covid-19: PR da Guiné-Bissau prolonga estado de emergência e decreta recolher obrigatório

O Presidente da Guiné-Bissau, Umaro Sissoco Embaló, prolongou hoje o estado de emergência no país até 26 de maio e decretou o recolher obrigatório, bem como o uso obrigatório de máscaras.

Covid-19: PR da Guiné-Bissau prolonga estado de emergência e decreta recolher obrigatório

Covid-19: PR da Guiné-Bissau prolonga estado de emergência e decreta recolher obrigatório

O Presidente da Guiné-Bissau, Umaro Sissoco Embaló, prolongou hoje o estado de emergência no país até 26 de maio e decretou o recolher obrigatório, bem como o uso obrigatório de máscaras.

Num decreto presidencial, divulgado hoje à imprensa, Umaro Sissoco Embaló refere que as “medidas constantes no decreto presidencial mantêm-se em vigor, sendo agravadas com o dever de recolher obrigatório em todo o território nacional e obrigatoriedade do uso de máscara de proteção individual”.

As novas medidas restritivas deverão ser definidas pelo Governo no seu decreto regulamentar ao estado de emergência, acrescenta no decreto presidencial.

As autoridades de saúde elevoaram no domingo para 726 os casos registados com infeção por covid-19 no país.

No domingo foram registados mais 85 casos positivos, elevando para 726 o número de infeções registadas, incluindo 26 recuperados e três mortos.

O número de mortos da covid-19 em África subiu hoje para os 2.290, com mais de 63 mil infetados em 53 países, segundo as estatísticas mais recentes sobre a pandemia naquele continente.

A nível global, segundo um balanço da agência de notícias AFP, a pandemia de covid-19 já provocou mais de 282 mil mortos e infetou mais de 4,1 milhões de pessoas em 195 países e territórios. 

Mais de 1,3 milhões de doentes foram considerados curados.

MSE // VM

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS