Covid-19: Portugal passa a estar em Estado de Contingência

A ministra Mariana Vieira da Silva começa a conferência de imprensa ao anunciar que o país está agora em estado de contingência.

Covid-19: Portugal passa a estar em Estado de Contingência

Covid-19: Portugal passa a estar em Estado de Contingência

A ministra Mariana Vieira da Silva começa a conferência de imprensa ao anunciar que o país está agora em estado de contingência.

A ministra Mariana Vieira da Silva (que nas férias do primeiro-ministro e dos dois ministros de Estado antes dela) exerce também as funções de primeira-ministra e começa por avançar que o país está agora em estado de contingência. Em relação às medidas gerais, mantêm-se os horários de agosto para o comércio e que o certificado ou o teste negativo continuam a ser exigidos ao fim de semana na restauração e nas viagens, bem como nos ginásio e eventos desportivos com mais de mil pessoa ou de 500 pessoas, em caso de ambiente fechado.

Medidas levantas já na segunda

A fase dois do desconfinamento avança já nesta segunda-feira, 23 de agosto. Nessa, o número de pessoas passa de seis para oito nas mesas interiores de restaurantes e café, os casamentos e batizados terão lotação de 75%, bem como os eventos culturais, e os serviços públicos passam a não ter marcação prévia (neste caso só a partir de 1 de setembro).

Antecipação em discussão

A ministra não antecipou nenhuma data para atingir os 85% da população com vacinação completa, lembrando, contudo, que, se se atingiu os 70% antes do previsto, é “natural” que essa percentagem seja atingida também mais cedo. Quanto à obrigatoriedade do uso de máscaras, Mariana Vieira da Silva explica que a decisão está nas mãos dos deputados, até porque mexe fortemente com “direitos, liberdades e garantias”, por isso não acaba já nesta fase. A ministra recordou ainda que, mesmo que o uso de máscara na rua seja levantado, vai continuar a haver situações – mesmo ao ar livre – em que vai ser obrigatório a sua utilização.

Resumo da fase 2

– Restaurantes, cafés e pastelarias: 8 pessoas por grupo no interior e 15 pessoas por grupo em esplanadas;

– Espetáculos culturais com 75% lotação;

– Casamentos e batizados com lotação de 75%;

– Serviços públicos sem marcação prévia – apenas a partir de 1 de setembro;

– Transportes públicos sem limites de lotação.

LEIA AINDA
Dor de cabeça e nariz entupido. Sintomas da covid-19 mudaram, saiba o que esperar
Dor de cabeça e nariz entupido. Sintomas da covid-19 mudaram, saiba o que esperar
Os principais sintomas da covid-19 mudaram e há novos sinais a ter em atenção. Desde o início da pandemia que a ocorrência de sintomas como tosse seca persistente, perda de olfato e paladar e temperatura elevada tem deixado o mundo em alerta. (… continue a ler aqui)

Impala Instagram


RELACIONADOS