Covid-19: PM grego anuncia toque de recolher em cidades mais afetadas

O primeiro-ministro grego anunciou hoje o toque de recolher a partir de sábado em algumas cidades, incluindo Atenas, depois de o país ter registado 882 novos contágios e 15 mortes por covid-19 nas últimas 24 horas.

Covid-19: PM grego anuncia toque de recolher em cidades mais afetadas

Covid-19: PM grego anuncia toque de recolher em cidades mais afetadas

O primeiro-ministro grego anunciou hoje o toque de recolher a partir de sábado em algumas cidades, incluindo Atenas, depois de o país ter registado 882 novos contágios e 15 mortes por covid-19 nas últimas 24 horas.

O primeiro-ministro grego anunciou hoje o toque de recolher a partir de sábado em algumas cidades, incluindo Atenas, depois de o país ter registado 882 novos contágios e 15 mortes por covid-19 nas últimas 24 horas.

“Queremos reduzir a circulação e os ajuntamentos noturnos que promovem a disseminação do vírus”, afirmou hoje Kyriakos Mitsotakis num discurso televisivo.

O toque de recolher vai entrar em vigor a partir de sábado na capital, Atenas, na segunda cidade do país, Tessalónica, e outras áreas mais afetadas pela pandemia, entre as 00:30 e 05:00 locais.

O uso “obrigatório” de máscara dentro e fora de Atenas e nas outras áreas mais afetadas vai também ser imposto.

“A máscara é a vacina antes que a vacina chegue”, acrescentou o primeiro-ministro.

Os anúncios foram feitos num momento em que a Agência Nacional de Saúde estabeleceu um novo recorde de infeções na Grécia pelo terceiro dia consecutivo.

Num país com cerca de 11 milhões de habitantes, foram contabilizados 882 novos casos e 15 mortes atribuídas à pandemia, um recorde diário no número de óbitos desde o início da emergência sanitária em fevereiro.

Até agora, a Grécia registou mais de 28.000 casos de covid-19 e quase 550 mortes. Cerca de 90 pessoas estavam hoje internadas em Unidades de Cuidados Intensivos.

A pandemia de covid-19 já provocou mais de 1,1 milhões de mortos e mais de 41,3 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

 

 

Impala Instagram


RELACIONADOS