Covid-19: Perto de 4 mil mortes em lares até 04 de fevereiro

O número de mortes de residentes nos lares portugueses por covid-19 ascende a 3.750 desde o início da pandemia e até 04 de fevereiro, mostram números da Direção-geral da Saúde (DGS) obtidos pela Agência Lusa.

Covid-19: Perto de 4 mil mortes em lares até 04 de fevereiro

Covid-19: Perto de 4 mil mortes em lares até 04 de fevereiro

O número de mortes de residentes nos lares portugueses por covid-19 ascende a 3.750 desde o início da pandemia e até 04 de fevereiro, mostram números da Direção-geral da Saúde (DGS) obtidos pela Agência Lusa.

Do total de mortes de residentes em lares, 1.583 aconteceram entre 04 de janeiro e 04 de fevereiro. “Desde o início da pandemia até ao dia 04 de fevereiro registaram-se em Portugal 3.750 óbitos acumulados por covid-19 de pessoas residentes em lares (óbitos ocorridos dentro dos lares ou em hospitais), dos quais 739 no Norte, 1.027 no Centro, 1.520 em Lisboa e Vale do Tejo, 400 no Alentejo e 64 no Algarve”, revela a DGS.

Quase metade das mortes em lares por covid-19 no último mês

Desde 16 de março de 2020 (quando foi anunciada a primeira morte por covid-19 em Portugal), até 04 de janeiro deste ano, registaram-se 2.167 óbitos por covid-19 de pessoas residentes em lares – 591 no Norte, 574 no Centro, 841 em Lisboa e Vale do Tejo, 143 no Alentejo e 18 no Algarve –, enquanto entre 04 de janeiro e 04 de fevereiro o número de mortes foi de 1.583, 42% do total.

Número total de óbitos em Portugal a caminho de 14 mil

A pandemia de covid-19 já provocou pelo menos 2.316.812 mortos no mundo, resultantes de mais de 106 milhões de casos de infeção, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP. Em Portugal, morreram 14.354 pessoas dos 767.919 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde. A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

LEIA AGORA
Covid-19: DGS torna obrigatória lista de vacinação se sobrarem doses
DGS torna obrigatória lista de pessoas a convocar se sobrarem vacinas
A DGS incluiu a obrigatoriedade de existência de uma lista de pessoas a convocar para a vacina contra a covid-19 no caso de sobrarem doses, sublinhando que deve ser sempre respeitada a ordem das prioridades. (… continue a ler aqui)

Impala Instagram


RELACIONADOS