Covid-19: Papa apela para respeito pelas medidas para travar pandemia

O Papa Francisco apelou hoje para o respeito pelas instruções das autoridades políticas e de saúde para travar a pandemia covid-19.

Covid-19: Papa apela para respeito pelas medidas para travar pandemia

Covid-19: Papa apela para respeito pelas medidas para travar pandemia

O Papa Francisco apelou hoje para o respeito pelas instruções das autoridades políticas e de saúde para travar a pandemia covid-19.

O Papa Francisco apelou hoje para o respeito pelas instruções das autoridades políticas e de saúde para travar a pandemia covid-19.

“Temos de estar muito atentos ao que nos dizem as autoridades, as autoridades sanitárias e os políticos para nos defendermos desta pandemia”, disse.

O pedido do Papa foi feito durante a audiência geral que mais uma vez se celebrou sem fiéis na biblioteca do palácio apostólico.

“Infelizmente tivemos que voltar a festejar a audiência geral na biblioteca do palácio apostólico, como medida preventiva para nos defender do contágio do coronavírus”, explicou Francisco antes de iniciar a catequese.

As audiências com fiéis foram suspensas em março em pleno estado de emergência em Itália e foram retomadas em setembro no pátio de San Damaso com cerca de 500 convidados.

No entanto, numa das audiências anteriores foi detetado um caso positivo e o Vaticano decidiu suspender de novo a presença de fiéis para evitar o contágio.

O Papa também dedicou as suas palavras aos doentes e a todos aqueles que neste momento “estão sendo considerados irrelevantes” e lembrou também “os médicos, enfermeiras, voluntários e todas as pessoas que trabalham com os doentes neste momento e arriscam a vida, mas o fazem por amor, por vocação e por amor ao próximo”.

O Papa Francisco sempre apareceu sem máscara em atos no Vaticano, assim como seus colaboradores e hoje os presentes na biblioteca não a usavam, embora mantivessem uma distância segura.

Embora ainda não tenha sido anunciado, tudo parece indicar que também durante o Natal haverá celebrações apenas com um grupo muito reduzido de fiéis.

As embaixadas do Vaticano já receberam indicações de que este ano não poderão ser solicitados ingressos para assistir às missas natalícias e que a missa do Galo será celebrada em privado.

«À semelhança das restantes celebrações litúrgicas dos próximos meses, a missa será celebrada na Basílica de São Pedro, no Altar da Cátedra, com uma participação muito limitada dos fiéis identificados segundo os métodos utilizados nos últimos meses, em cumprimento pelas medidas de proteção previstas e sujeitas a alterações devido à situação”, explicou o Vaticano numa nota de imprensa.

Por enquanto, parece que no dia 25 de dezembro, a entrada, ainda que limitada, de peregrinos será permitida na Praça de São Pedro para a mensagem de Natal e a bênção “Urbi et orbi” da varanda central da Basílica.

No último domingo de Páscoa, em total período de confinamento em Itália, o Papa transmitiu a mensagem sozinho dentro da basílica.

A pandemia de covid-19 já provocou mais de 1,2 milhões de mortos e mais de 46,9 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 2.635 pessoas dos 149.443 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

 

Impala Instagram


RELACIONADOS