Covid-19: Pandemia já provocou a morte de 1,57 milhões de pessoas

A pandemia de covid-19 já provocou a morte de pelo menos 1.570.398 pessoas em todo o mundo desde que foi detetado o primeiro caso na China, no final de 2019 – agência de notícias AFP.

Covid-19: Pandemia já provocou a morte de 1,57 milhões de pessoas

Covid-19: Pandemia já provocou a morte de 1,57 milhões de pessoas

A pandemia de covid-19 já provocou a morte de pelo menos 1.570.398 pessoas em todo o mundo desde que foi detetado o primeiro caso na China, no final de 2019 – agência de notícias AFP.

Paris, 10 dez 2020 (Lusa) — A pandemia de covid-19 já provocou a morte de pelo menos 1.570.398 pessoas em todo o mundo desde que foi detetado o primeiro caso na China, no final de 2019, segundo uma contabilização da agência de notícias AFP.

Mais de 68.884.640 casos de infeção foram oficialmente diagnosticados desde o início da pandemia, dos quais pelo menos 43.860.500 foram, entretanto, considerados curados.

Este número de casos diagnosticados reflete, no entanto, apenas uma fração do número real de infeções, já que alguns países testam apenas os casos graves e muitos países pobres têm capacidade limitada para fazer testes.

Nas últimas 24 horas, foram registados 12.507 mortes e mais 654.991 casos em todo o mundo.

Os países que contabilizam maior número de mortes nos seus mais recentes balanços são os Estados Unidos, com 3.071 vítimas mortais recentes, o Brasil, com mais 836 mortes, e o México, com mais 781 óbitos.

Os Estados Unidos são o país mais afetado em termos de mortes e casos, com 289.450 mortes em 15.392.196 casos, de acordo com a contagem da Universidade Johns Hopkins. Pelo menos 5.889.896 pessoas foram declaradas curadas.

Depois dos Estados Unidos, os países mais afetados são o Brasil com 178.995 mortes e 6.728.452 casos, a Índia com 141.772 mortes (9.767.371 casos), o México com 111.655 mortes (1.205.229 casos) e o Reino Unido com 62.566 mortos (1.766.819 casos).

Entre os países mais atingidos, a Bélgica é o que regista maior número de mortes em relação à sua população, com 152 mortes por cada 100.000 habitantes, seguida do Peru (111), Itália (102) e Espanha (101).

A América Latina e as Caraíbas totalizavam hoje, até às 11:00 TMG (mesma hora em Lisboa) 464.537 mortes para 13.725.721 casos, enquanto a Europa somava 461.674 mortes (20.510.249 casos).

Os Estados Unidos e o Canadá tinham 302.399 mortes (15.825.136 casos), a Ásia 202.692 mortes (12.912.790 casos), o Médio Oriente 83.266 mortes (3.571.087 casos), enquanto África registava 54.888 mortes (2.309.183 casos) e a Oceânia 942 mortes (30.478 casos).

Esta avaliação foi realizada com base em dados recolhidos pelas delegações da AFP junto das autoridades nacionais competentes e com informações fornecidas pela Organização Mundial de Saúde.

Portugal contabiliza pelo menos 5.192 mortos associados à covid-19 em 332.073 casos confirmados de infeção, segundo o último boletim da Direção-Geral da Saúde (DGS).

PMC // ANP

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS