Covid-19: Pandemia já matou pelo menos 3,73 milhões de pessoas em todo o mundo

A pandemia provocada pelo novo coronavírus já fez pelo menos 3.731.297 mortos em todo o mundo desde que foi notificado o primeiro caso na China, segundo o balanço da agência France-Presse.

Covid-19: Pandemia já matou pelo menos 3,73 milhões de pessoas em todo o mundo

Covid-19: Pandemia já matou pelo menos 3,73 milhões de pessoas em todo o mundo

A pandemia provocada pelo novo coronavírus já fez pelo menos 3.731.297 mortos em todo o mundo desde que foi notificado o primeiro caso na China, segundo o balanço da agência France-Presse.

Mais de 173.202.950 pessoas foram infetadas pelo novo coronavírus em todo o mundo, segundo o balanço, feito às 11:00 TMG (12:00 em Lisboa) de hoje com base em fontes oficiais.

No domingo, registaram-se 7.951 mortes e 340.689 novas infeções, segundo os números coligidos e divulgados pela agência.

Os países que registaram mais mortes nesse dia foram a Índia (2.427), o Brasil (873) e a Colômbia (539).

Os Estados Unidos continuam a ser o país mais afetado, tanto em número de mortes como de infeções, com um total de 597.628 mortes e 33.362.633 casos, segundo os dados da universidade Johns Hopkins.

Depois dos Estados Unidos, os países mais afetados são o Brasil, com 473.404 mortes e 16.947.062 casos, a Índia com 349.186 mortes (28.909.975 casos), o México com 228.804 mortes (2.433.681 casos) e o Peru com 186.511 mortos (1.983.570 casos).

Entre os países mais atingidos, o Peru é o que apresenta o maior número de mortes em relação à sua população, com 566 mortes por 100.000 habitantes, seguido pela Hungria (309), Bósnia (286), República Checa (282) e Macedónia do Norte (262).

Em termos de regiões do mundo, a América Latina e o Caribe tiveram um total de 1180.726 mortes para 33.979.026 casos, Europa 1.143.053 mortes (53.256.433 casos), Estados Unidos e Canadá 623.352 mortes (34.754.889 casos), Ásia 505.866 mortes (37.489.435 casos), Médio Oriente 144.897 mortes (8.748.996 casos), África 132.299 mortes (4.924.631 casos) e Oceânia 1.104 mortes (49.548 casos).

O balanço foi feito com base em dados obtidos pela AFP junto das autoridades nacionais e informações da Organização Mundial de Saúde (OMS).

Devido a correções feitas pelas autoridades e a notificações tardias, o aumento dos números diários pode não corresponder exatamente à diferença em relação aos dados avançados na véspera.

RJP // FPA

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS