Covid-19: Pandemia já matou 1.294.539 pessoas no mundo

A pandemia do novo coronavírus matou pelo menos 1.294.539 pessoas no mundo, em 52.775.840 casos de infeção, desde que a OMS relatou o início da doença, segundo um levantamento da AFP.

Covid-19: Pandemia já matou 1.294.539 pessoas no mundo

Covid-19: Pandemia já matou 1.294.539 pessoas no mundo

A pandemia do novo coronavírus matou pelo menos 1.294.539 pessoas no mundo, em 52.775.840 casos de infeção, desde que a OMS relatou o início da doença, segundo um levantamento da AFP.

Paris, 13 nov 2020 (Lusa) – A pandemia do novo coronavírus matou pelo menos 1.294.539 pessoas no mundo desde que a OMS relatou o início da doença em dezembro, segundo um levantamento realizado pela agência de notícias AFP de fontes oficiais às 11:00 de hoje.

Mais de 52.775.840 casos de infeções pelo SARS-CoV-2 foram oficialmente diagnosticados desde o início da pandemia, dos quais pelo menos 34.033.100 pessoas já foram consideradas curadas.

Este número de casos diagnosticados, contudo, reflete apenas uma fração do número real de infeções. Alguns países testam apenas os casos graves, outros priorizam o teste para rastreamento e muitos países pobres têm uma capacidade limitada para testar.

Na quinta-feira, foram registados 9.921 novos óbitos e 608.625 novos casos no mundo.

Os países que registaram o maior número de mortes nos seus relatórios mais recentes são os Estados Unidos com 1.512 mortes, Brasil (908) e Itália (636).

Os Estados Unidos são o país até agora mais afetado em termos de mortes e casos, com um total de 242.435 mortes em 10.555.469 casos, de acordo com o levantamento realizado pela Universidade Johns Hopkins. Pelo menos 4.051.256 pessoas já foram declaradas curadas.

Depois dos Estados Unidos, os países mais afetados são o Brasil com 164.281 mortes e 5.781.582 casos, a Índia com 128.668 mortes (8.728.795 casos), o México com 97.056 mortes (991.835 casos) e o Reino Unido com 50.928 mortes (1.290.195 casos).

Entre os países mais atingidos, a Bélgica é o que tem o maior número de mortes em relação à sua população, com 120 mortes por 100.000 habitantes, seguida do Peru (106), Espanha (87), Brasil (77).

A China (excluindo os territórios de Hong Kong e Macau) contabilizou oficialmente um total de 86.307 casos (8 novos entre quinta-feira e hoje), 4.634 mortes e 81.279 pessoas curadas da doença.

A América Latina e as Caraíbas tinham um total de 419.270 mortes para 11.885.876 casos hoje às 11:00, a Europa 326.527 mortes (13.904.462 casos), os Estados Unidos e Canadá 253.189 mortes (10.835.945 casos), a Ásia 180.371 mortes (11.320.972 casos), o Médio Oriente 67.695 mortes (2.862.682 casos), a África 46.546 mortes (1.935.915 casos) e a Oceania 941 mortes (29.988 casos).

Esta avaliação foi realizada com base em dados recolhidos pelos escritórios da AFP junto das autoridades nacionais competentes e informações da Organização Mundial de Saúde (OMS).

CSR // ANP

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS