Covid-19: OMS atribui homologação de emergência a vacina chinesa

A Organização Mundial de Saúde concedeu hoje a homologação para uso de emergência à vacina chinesa contra a covid-19 Sinovac, anunciou a agência da ONU em comunicado.

Covid-19: OMS atribui homologação de emergência a vacina chinesa

Covid-19: OMS atribui homologação de emergência a vacina chinesa

A Organização Mundial de Saúde concedeu hoje a homologação para uso de emergência à vacina chinesa contra a covid-19 Sinovac, anunciou a agência da ONU em comunicado.

O comité de peritos de vacinação da OMS recomendou a vacina, que requer duas doses com um intervalo de duas a quatro semanas, para pessoas a partir dos 18 anos.

É a segunda vacina chinesa a obter luz verde da OMS, o que permite a integração no dispositivo internacional Covax, de distribuição de vacinas contra a covid-19, nomeadamente nos países desfavorecidos.

“O mundo precisa desesperadamente de muitas vacinas anti-covid 19 para fazer face às enormes desigualdades”, declarou a médica Mariangela Simao, subdiretora geral da OMS encarregada do acesso aos medicamentos e produtos de saúde.

A OMS tinha já homologado, em 07 de maio, outra vacina desenvolvida na China, a Sinopharm.

A eficácia da Sinovac é de 51% para prevenir os casos de covid sintomáticos, mas de 100% para evitar os casos mais graves e as hospitalizações, em populações estudadas, precisou a OMS.

A eficácia nos maiores de 60 anos ainda não foi avaliada.

A Sinovac é já usada em 22 países e territórios, segundo dados recolhidos pela Agência France Presse (AFP).

AH // JMR

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS