Covid-19: Número de internados em França voltou a baixar nas últimas 24 horas

O número de doentes internados devido à covid-19 em França voltou a baixar nas últimas 24 horas para 16.775, de acordo com os dados das autoridades de saúde hoje divulgados.

Covid-19: Número de internados em França voltou a baixar nas últimas 24 horas

Covid-19: Número de internados em França voltou a baixar nas últimas 24 horas

O número de doentes internados devido à covid-19 em França voltou a baixar nas últimas 24 horas para 16.775, de acordo com os dados das autoridades de saúde hoje divulgados.

No total, 16.775 doentes com covid-19 estão hospitalizados em França, dos quais 199 internados nas últimas 24 horas, contra 16.847 no sábado, o mínimo desde final de outubro.

Apesar da tendência de queda, a número de 10.000 novos casos diários de infeções “não é suficiente” para afastar o espectro de uma quarta onda, considerou Arnaud Fontanet, epidemiologista do Instituto Pasteur.

Entretanto, deixa de haver critérios de idade ou estado de saúde para se ser vacinado em França.

A partir de segunda-feira, toda a população francesa será elegível para a vacinação contra a covid-19, um passo crucial para evitar uma nova onda pandémica enquanto as restrições gradualmente diminuem.

A faixa etária dos 18 aos 49 anos foi oficialmente a última categoria a poder integrar a campanha de vacinação sem condições, que foi ampliada em etapas desde o seu início, no final de dezembro.

Nesta fase, 25.315.595 pessoas receberam pelo menos uma injeção (ou seja, 37,8% da população total e 48,2% da população adulta), e 10.742.886 pessoas receberam duas injeções (ou seja, 16% da população total e 20,5% do adulto população).

Os candidatos devem, no entanto, ter paciência: as reservas, que começaram há quatro dias, estão a chegar “aos poucos” em plataformas especializadas na Internet, segundo o ministro da Saúde, Olivier Véran.

O Governo francês tem como objetivo 30 milhões com a primeira vacina até 15 de junho.

A pandemia de covid-19 provocou, pelo menos, 3.535.376 mortos no mundo, resultantes de mais de 169,8 milhões de casos de infeção, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

ALU // LFS

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS