Covid-19: Nove funcionárias e sete idosos infetados em centro social de Arcos de Valdevez

Nove funcionárias e sete utentes do Centro Paroquial e Social de S. Jorge (CPSSJ), concelho de Arcos de Valdevez, tiveram resultado positivo para o novo coronavírus, anunciou hoje a direção da instituição que resolveu “isolar todos os idosos”.

Covid-19: Nove funcionárias e sete idosos infetados em centro social de Arcos de Valdevez

Covid-19: Nove funcionárias e sete idosos infetados em centro social de Arcos de Valdevez

Nove funcionárias e sete utentes do Centro Paroquial e Social de S. Jorge (CPSSJ), concelho de Arcos de Valdevez, tiveram resultado positivo para o novo coronavírus, anunciou hoje a direção da instituição que resolveu “isolar todos os idosos”.

“Decidimos tratar a situação por igual e isolamos os positivos e os negativos todos. Cada idoso está num individual e separado”, descreveu à agência Lusa o diretor do CPSSJ, padre Belmiro Amorim.

O responsável contou que decidiu proceder à despistagem à covid-19 no sábado através de testes rápidos pagos pela instituição depois de “alguns funcionários começarem a apresentar sintomas”.

Realizados os testes a toda a comunidade do CPSSJ, do distrito de Viana do Castelo, que conta com “mais de vinte funcionários e 19 idosos”, os resultados revelaram 16 casos positivos.

“São nove funcionárias e sete idosos. Quase todos assintomáticos. Mas estamos a trabalhar no lar como se estivessem todos infetados de forma a precaver ao máximo a propagação do vírus que não sabemos como cá entrou, mas entrou infelizmente”, disse Belmiro Amorim.

A distribuição de todos os idosos por quartos separados foi possível graças ao facto de a instituição contar com uma ala nova que aguardava por alguns acabamentos para ser inaugurada.

“Estão todos com o máximo de conforto e com uma equipa dedicadíssima a prestar cuidados. Estamos a reunir voluntários para ajudarem também”, afirmou o responsável.

O Plano de Contingência do centro foi ativado e a situação comunicada a situação às autoridades de saúde, acrescentou Belmiro Amorim.

A pandemia de covid-19 já provocou quase 1,2 milhões de mortos no mundo desde dezembro do ano passado, incluindo 2.544 em Portugal.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

ABC/PFT // EL

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS