Covid-19: Morreu uma das utentes internadas do lar Mansão de São José em Beja

Uma idosa de 91 anos que era uma das utentes do lar Mansão de São José com covid-19 e internadas morreu no hospital de Beja, divulgou hoje a Unidade Local de Saúde do Baixo Alentejo (ULSBA).

Covid-19: Morreu uma das utentes internadas do lar Mansão de São José em Beja

Covid-19: Morreu uma das utentes internadas do lar Mansão de São José em Beja

Uma idosa de 91 anos que era uma das utentes do lar Mansão de São José com covid-19 e internadas morreu no hospital de Beja, divulgou hoje a Unidade Local de Saúde do Baixo Alentejo (ULSBA).

Na atualização da informação relativa ao surto no lar de Beja, a ULSBA refere que a idosa estava em estado grave numa das enfermarias da área dedicada à covid-19, situada no piso 3 do Hospital José Joaquim Fernandes.

A ULSBA informa também que se registaram mais quatro internamentos, subindo para 11 o número de utentes do lar com covid-19 internadas no hospital de Beja.

Das 11 utentes internadas, que têm idades entre 63 e 96 anos, nove estão em enfermarias da área dedicada à covid-19 e duas na Unidade de Cuidados Intensivos Polivalente, disse hoje à agência Lusa fonte da ULSBA.

O surto de covid-19 no lar Mansão de São José foi confirmado na passada quarta-feira (dia 14), depois de utentes e funcionários terem sido testados à presença do novo coronavírus que provoca a doença covid-19 e na sequência da confirmação de dois casos positivos, de uma utente e de uma funcionária.

O primeiro caso de covid-19 detetado foi o de uma utente de 89 anos, que deu entrada no dia 12 deste mês no Serviço de Urgência do hospital, onde teve um resultado positivo ao teste de covid-19, e foi internada.

Após ter sido detetado o primeiro caso, foram feitos testes de despiste aos restantes utentes e funcionários do lar, o que permitiu detetar mais 106 infeções.

Do total de 107 infetados no surto no lar, que apenas acolhe utentes do sexo feminino, 87 são utentes – uma delas é a idosa de 91 anos que morreu – e os restantes 20 são funcionários.

A pandemia de covid-19 já provocou mais de 1,1 milhões de mortos e mais de 40,4 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 2.213 pessoas dos 103.736 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

LL // ROC

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS