Covid-19: Moçambique regista mais três óbitos e 110 novos casos

Moçambique registou, nas últimas 24 horas, mais três óbitos por covid-19, elevando o total de mortes para 78, num dia em que o número de casos subiu para 11.190, anunciou o Ministério da Saúde.

Covid-19: Moçambique regista mais três óbitos e 110 novos casos

Covid-19: Moçambique regista mais três óbitos e 110 novos casos

Moçambique registou, nas últimas 24 horas, mais três óbitos por covid-19, elevando o total de mortes para 78, num dia em que o número de casos subiu para 11.190, anunciou o Ministério da Saúde.

As três vítimas, com 49, 74 e 70 anos, são de nacionalidade moçambicana e perderam a vida “após o agravamento do seu estado clínico, durante o período de internamento numa unidade hospitalar da cidade de Maputo”, refere-se no comunicado de atualização de dados sobre a pandemia .

Uma das vítimas morreu hoje e as outras duas perderam a vida no domingo e na segunda-feira.

Nas últimas 24 horas, o país registou ainda 110 novas infeções, elevando o total para 11.190, das quais 10.891 são de transmissão local e 299 são importadas.

As autoridades de saúde anunciaram ainda que mais 171 pessoas foram dadas como recuperadas, elevando o total para 9.007 (80%), havendo ainda um cumulativo de 360 pessoas internadas.

A cidade de Maputo, capital do país, regista o maior número de infeções ativas, com 1.467, seguida de Maputo província, com 274 e as restantes províncias registam menos de 120 infeções ativas.

Desde o anúncio do primeiro caso, em 22 de março, o país testou um total de 168.971 casos suspeitos.

Dos países lusófonos em África, Moçambique é o que contabiliza o maior número de casos.

Angola regista 248 óbitos e 7.829 casos, seguindo-se Cabo Verde (87 mortos e 7.800 casos), Guiné Equatorial (83 mortos e 5.070 casos), Moçambique (78 mortos e 11.190 casos), Guiné-Bissau (41 mortos e 2.403 casos) e São Tomé e Príncipe (15 mortos e 932 casos).

A pandemia de covid-19 já provocou mais de 1,1 milhões de mortos e mais de 40,4 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

LYN // JH

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS