Covid-19: Moçambique está a testar 32 passageiros de voo da Ethiopian Airlines

O Ministério da Saúde (Misau) de Moçambique anunciou hoje que está a testar um total de 32 passageiros de um voo da Ethiopian Airlines, que chegaram a Moçambique na segunda-feira, provenientes de países com transmissão ativa da covid-19.

Covid-19: Moçambique está a testar 32 passageiros de voo da Ethiopian Airlines

Covid-19: Moçambique está a testar 32 passageiros de voo da Ethiopian Airlines

O Ministério da Saúde (Misau) de Moçambique anunciou hoje que está a testar um total de 32 passageiros de um voo da Ethiopian Airlines, que chegaram a Moçambique na segunda-feira, provenientes de países com transmissão ativa da covid-19.

Entre os passageiros estão 20 moçambicanos e 12 estrangeiros, segundo Rosa Marlene, diretora nacional de Saúde Pública, durante a atualização de dados sobre a covid-19 em Moçambique.

Das 32 pessoas, 17 vinham da Inglaterra, três do Brasil, seis da Espanha, duas da Somália e os restantes do Canadá, Portugal, Itália e Estados Unidos.

Segundo as autoridades de saúde, 21 pessoas ficaram na capital moçambicana, no sul do país, enquanto as restantes 11 se deslocaram para outras províncias no país, como Manica, Sofala, Cabo Delgado ou Inhambane.

Moçambique, que vive em estado de emergência desde 01 de abril até final de maio, conta com um total de 82 casos positivos de covid-19, mas sem vítimas mortais.

Dos 82 casos registados, nove são importados e 73 de transmissão local.

A nível global, segundo um balanço da agência de notícias AFP, a pandemia de covid-19 já provocou cerca de 269 mil mortos e infetou mais de 3,8 milhões de pessoas em 195 países e territórios.

Mais de 1,2 milhões de doentes foram considerados curados.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

EYAC // AJO

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS