Covid-19: Moçambique anunciou mais 100 novos casos e eleva total para 9.296

O Ministério da Saúde de Moçambique (Misau) anunciou hoje 100 novos casos positivos de covid-19, aumentando para 9.296 o cumulativo total de casos, mantendo em 66 o número de óbitos.

Covid-19: Moçambique anunciou mais 100 novos casos e eleva total para 9.296

Covid-19: Moçambique anunciou mais 100 novos casos e eleva total para 9.296

O Ministério da Saúde de Moçambique (Misau) anunciou hoje 100 novos casos positivos de covid-19, aumentando para 9.296 o cumulativo total de casos, mantendo em 66 o número de óbitos.

O Misau avança, em comunicado, que os casos registados nas últimas 24 horas resultam de 1.488 casos suspeitos testados, dos quais 1.388 foram negativos.

Dos 100 novos casos, 98 são de nacionalidade moçambicana e dois são estrangeiros.

A nota adianta que 253 pessoas estão internadas devido ao novo coronavírus em Moçambique, das quais 48 encontram-se atualmente nos centros de internamento de covid-19 e noutras unidades hospitalares.

Dos 253 indivíduos internados, 28 estão em estado grave (58,3%) e um está em estado (2,1%).

“Os pacientes internados padecem de patologias crónicas diversas, sendo que as mais frequentes são a hipertensão arterial [25%] e a diabetes [42,5%]”, lê-se no balanço.

O Misau assinala que 252 pessoas recuperaram de covid-19 nas últimas 24 horas, elevando para 6.104 o total de pessoas nessa condição.

Desde a eclosão do primeiro caso de covid-19 em Moçambique, em março, foram testados pouco mais de 1,4 milhão de casos e rastreadas pouco mais de 2,4 milhões de casos.

Neste momento, estão em quarentena domiciliar 5.673 pessoas e em seguimento 2.269 contactos.

No total, o país conta com 3.122 casos ativos.

A cidade de Maputo tem o maior número de casos ativos, 1.985, seguida da província de Maputo, 751, província de Niassa, 86, Tete, 66, Cabo Delgado, 52, e Sofala, 55.

As restantes cinco províncias têm menos de 50 casos, cada.

A pandemia de covid-19 já provocou mais de um milhão e trinta mil mortos e mais de 35,2 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Depois de a Europa ter sucedido à China como centro da pandemia em fevereiro, o continente americano é agora o que tem mais casos confirmados e mais mortes.

PMA // EL

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS