Covid-19: Moçambique anuncia mais 15 óbitos e 873 novos casos

Moçambique registou a morte de mais 15 pacientes infetados pelo novo coronavírus, elevando o total para 480, e 873 novos casos registados nas últimas 24 horas, anunciou hoje o Ministério da Saúde.

Covid-19: Moçambique anuncia mais 15 óbitos e 873 novos casos

Covid-19: Moçambique anuncia mais 15 óbitos e 873 novos casos

Moçambique registou a morte de mais 15 pacientes infetados pelo novo coronavírus, elevando o total para 480, e 873 novos casos registados nas últimas 24 horas, anunciou hoje o Ministério da Saúde.

Moçambique registou a morte de mais 15 pacientes infetados pelo novo coronavírus, elevando o total para 480, e 873 novos casos registados nas últimas 24 horas, anunciou hoje o Ministério da Saúde.

Os 15 óbitos, em pacientes entre 5 e 87 anos, foram registados desde o dia 06, dos quais 12 são do sexo masculino e três do sexo feminino, indicou um comunicado de atualização de dados sobre a doença.

Com os novos 873 infetados, Moçambique contabiliza um total de 45.785 casos, 60% dos quais considerados recuperados e outros 312 internados, a maioria na cidade de Maputo (81%).

O país tem assim 17.487 pessoas ainda infetadas, mais de metade (9.495) na cidade de Maputo, onde vigora desde sexta-feira um recolher obrigatório noturno face ao aumento de casos.

Um total de 367.994 casos suspeitos foi testado em Moçambique, desde que se declarou o primeiro caso em março.

A pandemia de covid-19 provocou, pelo menos, 2.325.744 mortos no mundo, resultantes de mais de 106,4 milhões de casos de infeção, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

África registou nas últimas 24 horas mais 454 mortes por covid-19 para um total de 95.529 óbitos, e 10.977 novos casos de infeção, segundo os mais recentes dados oficiais da pandemia no continente.

A África Austral continua a ser região mais afetada, com 1.753.307 infetados e 51.839 mortos. Nesta região, a África do Sul, o país mais atingido pela covid-19 no continente, regista 1.477.511 casos e 46.473 mortes.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

 

Impala Instagram


RELACIONADOS