Covid-19: Moçambique anuncia 214 novos casos e ultrapassa 11 mil infeções

O Ministério da Saúde moçambicano anunciou hoje mais 214 novos casos de infeção pelo novo coronavírus, elevando o total para 11.080, num dia em que mais 323 pessoas foram dadas como recuperadas.

Covid-19: Moçambique anuncia 214 novos casos e ultrapassa 11 mil infeções

Covid-19: Moçambique anuncia 214 novos casos e ultrapassa 11 mil infeções

O Ministério da Saúde moçambicano anunciou hoje mais 214 novos casos de infeção pelo novo coronavírus, elevando o total para 11.080, num dia em que mais 323 pessoas foram dadas como recuperadas.

“A cidade de Maputo registou o maior número de casos, com 125, correspondendo a 58.4% do total dos casos reportados hoje em todo o país”, disse Benigna Matsinhe, diretora adjunta de Saúde Pública, na atualização de dados sobre a pandemia no Ministério da Saúde, em Maputo.

Do total de casos anunciados, 10.781 são de transmissão local e 299 casos são importados, havendo ainda 75 óbitos e um cumulativo de 321 pacientes internados.

Na atualização de dados, o ministério anunciou ainda mais 323 casos de pessoas recuperadas, subindo o total para 8.836 (79%).

“Dos casos recuperados, hoje reportados, 320 são indivíduos de nacionalidade moçambicana e três casos são estrangeiros”, referiu a responsável.

A capital moçambicana, Maputo, continua a registar o maior número de casos ativos, com um total de 1.566, seguida da província de Maputo, com 243, e as restantes nove províncias do país tem menos de 120 infeções ativas.

Desde o anúncio da primeira infeção, a 22 de março, Moçambique testou um total de 167.816 casos suspeitos.

Dos países lusófonos em África, Moçambique é o que contabiliza o maior número de casos.

Angola regista 247 óbitos e 7.622 casos, seguindo-se Cabo Verde (86 mortos e 7.752 casos), Guiné Equatorial (83 mortos e 5.070 casos), Moçambique (75 mortos e 11.080 casos), Guiné-Bissau (41 mortos e 2.403 casos) e São Tomé e Príncipe (15 mortos e 932 casos).

A pandemia de covid-19 já provocou mais de 1,1 milhões de mortos e mais de 40 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

LYN // JH

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS