Covid-19: México com 1.006 mortos e 8.642 casos em 24 horas

O México registou 1.006 mortes por covid-19 nas últimas 24 horas, acumulando agora 182.815 óbitos desde o início da pandemia, disseram as autoridades mexicanas.

Covid-19: México com 1.006 mortos e 8.642 casos em 24 horas

Covid-19: México com 1.006 mortos e 8.642 casos em 24 horas

O México registou 1.006 mortes por covid-19 nas últimas 24 horas, acumulando agora 182.815 óbitos desde o início da pandemia, disseram as autoridades mexicanas.

Cidade do México, 25 fev 2021 (Lusa) – O México registou 1.006 mortes por covid-19 nas últimas 24 horas, acumulando agora 182.815 óbitos desde o início da pandemia, disseram na quarta-feira as autoridades mexicanas.

A Secretaria de Saúde mexicana acrescentou ter detetado 8.642 contágios, para um total de 2.060.908 casos desde o início da pandemia.

Na terça-feira, as autoridades tinham indicado existir um total de 2.052.266 contágios e 2.247.852 casos estimados, número que subiu, nas últimas 24 horas, para 2.256.757.

O México é o terceiro país do mundo com mais mortes provocadas pelo novo coronavírus, atrás dos Estados Unidos e do Brasil, e o 13.º em número de infeções, de acordo com a contagem independente da Universidade norte-americana Johns Hopkins.

As autoridades mexicanas iniciaram a campanha de vacinação em 24 de dezembro e, até agora, foram dadas 1.801.156 doses da vacina contra a covid-19.

O país, com 126 milhões de habitantes, tem acordos para 34,4 milhões de doses da vacina da Pfizer, 79,4 milhões da britânica AstraZeneca, 35 milhões da CanSino, 24 milhões da russa Sputnik V, dez milhões da chinesa Sinovac e 51,5 milhões da plataforma Covax da Organização Mundial da Saúde (OMS).

A pandemia de covid-19 provocou, pelo menos, 2.486.116 mortos no mundo, resultantes de mais de 112 milhões de casos de infeção, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 16.136 pessoas dos 800.586 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

EJ // JMC

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS