Covid-19: Mais de metade das mortes em excesso durante pandemia atribuídas à doença – INE

As mortes associadas à doença covid-19 representaram 52 por cento do excesso de mortalidade verificado em Portugal entre março e dezembro do ano passado.

Covid-19: Mais de metade das mortes em excesso durante pandemia atribuídas à doença - INE

Covid-19: Mais de metade das mortes em excesso durante pandemia atribuídas à doença – INE

As mortes associadas à doença covid-19 representaram 52 por cento do excesso de mortalidade verificado em Portugal entre março e dezembro do ano passado.

Lisboa, 08 jan 2021 (Lusa) — As mortes associadas à doença covid-19 representaram 52 por cento do excesso de mortalidade verificado em Portugal entre março e dezembro do ano passado, divulgou hoje o Instituto Nacional de Estatística (INE).

Segundo o boletim do INE sobre mortalidade em contexto de pandemia, desde 02 de março – data do primeiro caso diagnosticado de infeção com o novo coronavírus – até 27 de dezembro, morreram 99.356 pessoas, um aumento de 12.852 mortes em relação à média dos mesmos meses nos anos de 2015 a 2019.

Desses 12.852 óbitos a mais, 6.677 foram atribuídos à covid-19, o que representa uma percentagem de 52%. Só entre 30 de novembro e 27 de dezembro morreram 2.172 pessoas com covid-19, um número que supera o aumento de 1.884 mortes em relação à média para o mesmo período dos últimos cinco anos.

APN // JMR

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS