Covid-19: Mais de 300 reportes ao SNS24 de autotestes positivos ou inconclusivos

Mais de 300 pessoas reportaram ao SNS24 o resultado de um autoteste à covid-19 positivo ou inconclusivo, adiantou hoje o coordenador da ‘task-force’ para a testagem, anunciando que já há quatro empresas autorizadas a comercializar estes testes.

Covid-19: Mais de 300 reportes ao SNS24 de autotestes positivos ou inconclusivos

Covid-19: Mais de 300 reportes ao SNS24 de autotestes positivos ou inconclusivos

Mais de 300 pessoas reportaram ao SNS24 o resultado de um autoteste à covid-19 positivo ou inconclusivo, adiantou hoje o coordenador da ‘task-force’ para a testagem, anunciando que já há quatro empresas autorizadas a comercializar estes testes.

Mais de 300 pessoas reportaram ao SNS24 o resultado de um autoteste à covid-19 positivo ou inconclusivo, adiantou hoje o coordenador da ‘task-force’ para a testagem, anunciando que já há quatro empresas autorizadas a comercializar estes testes.

Desde o dia 05 de abril até agora, foram comunicados ao serviço SNS24, 315 resultados de testes inconclusivos ou testes positivos para os quais foram emitidos automaticamente uma requisição de teste laboratorial covid-19 (RT-PCR), disse Fernando Almeida numa audição por videoconferência no parlamento, requerida pelo PS para prestar informações sobre o processo de testagem no país.

As pessoas que comunicaram são logo rastreadas, afirmou o coordenador da ‘task-force’ para a promoção do “Plano de Operacionalização da Estratégia de Testagem em Portugal”, frisando ainda que “o rastreio do contacto está neste momento a funcionar”.

Fernando Almeida, também presidente do Instituto Nacional de Saúde Ricardo Jorge (INSA), recordou que quando foi criado o regime excecional no âmbito da covid-19 que permite a venda de autotestes nas farmácias e nas parafarmácias não havia nenhuma empresa registada e autorizada pela Autoridade Nacional do Medicamento para os vender e hoje já existem quatro.

“A nossa opção era, ou disponibilizávamos os autotestes, com a possibilidade de os resultados dos testes poderem ser reportados via SNS 24, com um simples telefonema, ou esperávamos até termos o sistema feito e não disponibilizávamos os testes”, adiantou, sublinhando que o entendimento das autoridades de saúde foi disponibilizar esta ferramenta em que a própria pessoa pode fazer o teste.

Portanto, vincou, “nós temos que ser muito ponderados, mas não podemos ser atrasados em relação à tomada de decisões e, portanto, devemos dizer que Portugal é um dos países pioneiros na disponibilização do autoteste”.

Em resposta a questões dos deputados, Fernando Almeida assegurou ainda que, neste momento, Portugal tem uma capacidade de testagem que os deixa “tranquilos”.

“Começámos há um ano com um laboratório que era o Instituto Nacional de Saúde Dr. Ricardo Jorge e hoje já são cerca de 160 laboratórios dos setores públicos e privados com essa capacidade, afirmou Fernando Almeida na audição na Comissão de Saúde e da Comissão Eventual para o acompanhamento da aplicação das medidas de resposta à pandemia da doença covid-19 e do processo de recuperação económica e social.

Sublinhou que todos os hospitais públicos têm atualmente capacidade de testagem por PCR, lembrando o investimento de cerca de 8,4 milhões de euros que foi feito nos laboratórios do Serviço Nacional de Saúde para reforçar a sua capacidade de diagnósticos na realização de testes à covid-19.

Avançou ainda que há, neste momento, cerca de 600 entidades, como laboratórios, farmácias, que estão autorizados a fazer os testes rápidos de antigénios.

Segundo os últimos dados das autoridades de saúde, já foram realizados 9.851.332 testes PCR e antigénio em Portugal

A covid-19 já matou em Portugal 16.951 pessoas dos 831.645 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

LEIA AGORA
Condições de tempo desfavoráveis atrasam remoção de baleia encalhada no Algarve
Condições de tempo desfavoráveis atrasam remoção de baleia encalhada no Algarve
A baleia que encalhou numa praia de Vila Real de Santo António foi arrastada pelo vento para junto do pontão da barra do rio Guadiana, sendo as condições desfavoráveis para a retirar do local, disse fonte da capitania. (… continue a ler aqui)

 

 

Impala Instagram


RELACIONADOS