Covid-19: Mais de 1.600 pessoas saíram do internamento este mês

Mais de 1.600 pessoas com covid-19 saíram do internamento hospitalar desde o início de fevereiro, estando hoje hospitalizados 5.230 doentes, segundo dados da Direção-Geral de Saúde.

Covid-19: Mais de 1.600 pessoas saíram do internamento este mês

Covid-19: Mais de 1.600 pessoas saíram do internamento este mês

Mais de 1.600 pessoas com covid-19 saíram do internamento hospitalar desde o início de fevereiro, estando hoje hospitalizados 5.230 doentes, segundo dados da Direção-Geral de Saúde.

Mais de 1.600 pessoas com covid-19 saíram do internamento hospitalar desde o início de fevereiro, estando hoje hospitalizados 5.230 doentes, segundo dados da Direção-Geral de Saúde.

O número de internamentos, que durante o mês de janeiro sofria um crescimento exponencial, começou a abrandar em fevereiro, 11 dias depois do confinamento geral decretado pelo Governo, a 21 de janeiro. A 21 de janeiro estavam internadas 5.630 pessoas, das quais 702 em Unidades de Cuidados Intensivos.

A redução do número de internamentos só começou a ser sentida diariamente a partir de 02 de fevereiro e desde esse dia até hoje saíram 1.639 pessoas.

Hoje, a Direção-Geral da Saúde (DGS) revela que 340 pessoas saíram do internamento nas últimas 24 horas, o maior número diário de sempre embora ao nível dos cuidados intensivos os dados revelem que hoje entraram mais 10 pessoas, totalizando 846.

De acordo com os dados fornecidos diariamente pelo boletim epidemiológico da DGS, este decréscimo nos internamentos não tem tido expressão nas Unidade de Cuidados Intensivos (UCI).

A 02 de fevereiro estavam 852 pessoas internadas em cuidados intensivos e hoje o boletim dá conta de 846 em UCI. De acordo com dados da Direção-Geral de Saúde pedidos pela agência Lusa, 10,11% dos doentes em enfermaria são transferidos para as UCI onde a taxa de sobrevivência é de 70,72%.

O tempo de internamento médio em Unidades de Cuidados Intensivos, entre março e maio de 2020, foi de 12,17 dias e o tempo de internamento médio em enfermaria, no mesmo período, foi de 14,32 dias.

Em dezembro, os doentes covid-19 estiveram, em média, 12 dias internados em enfermaria e 10.8 dias em UCI.

Portugal registou hoje 149 mortes relacionadas com a covid-19 ultrapassando as 15 mil mortes desde o início da pandemia, em março de 2020.

Do total de 15.034 mortes, 10.060 eram pessoas com mais de 80 anos, 3.117 com idades entre os 70 e os 79 anos e 1.288 tinham entre os 60 e os 69 anos.

Nas últimas 24 horas foram ainda notificados 2.854 novos casos de infeção com o novo coronavírus, segundo a Direção-Geral da Saúde (DGS).

Os dados divulgados hoje indicam ainda que 7.617 pessoas foram dadas como recuperadas, fazendo subir para 652.739 o número total de recuperados desde o início da pandemia em Portugal, em março de 2020.

Há 12 dias consecutivos que o número de recuperados supera o de novas infeções.

Os casos ativos em Portugal também registam um decréscimo. Há 113.450 pessoas com o vírus ativo, menos 4.912 em relação a quinta-feira.

Desde março de 2020, Portugal já registou 15.034 mortes associadas à covid-19 e 781.223 casos de infeção pelo coronavírus SARS-CoV-2.

As autoridades de saúde têm em vigilância 149.651 contactos, menos 5.647 relativamente ao dia anterior. Este indicador tem também registado uma descida consistente desde o dia 30 de janeiro.

O novo coronavírus já infetou em Portugal pelo menos 353.008 homens e 427.954 mulheres, referem os dados da DGS, segundo os quais há 261 casos de sexo desconhecido, que se encontram sob investigação, uma vez que estes dados não são fornecidos de forma automática. Do total de vítimas mortais, 7.840 eram homens e 7.194 mulheres.

 

 

Impala Instagram


RELACIONADOS