Covid-19: Mais 2.011 mortes e 79.277 casos em 24 horas no Brasil

O Brasil somou 2.011 mortes e 79.277 casos de covid-19 nas últimas 24 horas, elevando o total para 511.142 óbitos e 18.322.760 infeções desde o início da pandemia, informou hoje o Governo.

Covid-19: Mais 2.011 mortes e 79.277 casos em 24 horas no Brasil

Covid-19: Mais 2.011 mortes e 79.277 casos em 24 horas no Brasil

O Brasil somou 2.011 mortes e 79.277 casos de covid-19 nas últimas 24 horas, elevando o total para 511.142 óbitos e 18.322.760 infeções desde o início da pandemia, informou hoje o Governo.

De acordo com o Ministério da Saúde brasileiro, a taxa de incidência da doença no Brasil é agora de 243 mortes e 8.719 casos por 100 mil habitantes.

Geograficamente, São Paulo é o foco da pandemia no país, concentrando 3.669.196 casos e 125.378 vítimas mortais desde fevereiro de 2020, quando o primeiro caso foi registado no Estado.

A nível global, o Brasil que, segundo especialistas, atravessa uma terceira vaga da pandemia, é o segundo país com mais mortes em todo o mundo, depois dos Estados Unidos, e o terceiro com mais casos, antecedido pelos norte-americanos e pela Índia.

No total, o país sul-americano registou a recuperação de 16,5 milhões de casos, enquanto 1.263.459 pacientes infetados permanecem sob acompanhamento médico.

Num momento em que o Governo brasileiro se encontra sob pressão devido a uma polémica a envolver a compra da vacina indiana Covaxin, o Presidente, Jair Bolsonaro, voltou hoje a insultar a imprensa, numa viagem ao interior de São Paulo, ao ser questionado sobre a demora na aquisição de imunizantes contra a covid-19.

Dirigindo-se a uma jornalista da Rádio CBN, Bolsonaro disse para a profissional voltar para a faculdade, depois para o ensino secundário, em seguida, para o jardim de infância e aí “nascer de novo”, segundo a imprensa local, que cobria a visita do Presidente.

Bolsonaro, que frequentemente dirige ataques e insultos a jornalistas, pediu ainda aos repórteres pararem de fazer “perguntas idiotas”.

Na segunda-feira última, Bolsonaro já se tinha irritado com um grupo de jornalistas e insultou-os após ser questionado sobre as mais de 500.000 mortes que a covid-19 fez no país e o uso de máscaras e mandou uma jornalista “calar a boca.

A pandemia de covid-19 provocou, pelo menos 3.903.064 vítimas em todo o mundo, resultantes de mais de 179.931.620 casos de infeção diagnosticados oficialmente, segundo o balanço feito pela agência francesa AFP.

MYMM // RBF

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS