Covid-19: Mais 1.002 mortes e 48.413 novas infeções em África nas últimas 24 horas

Mais 1.002 mortes associadas à covid-19 foram registadas em África, que conta mais 48.413 casos, num total de 6.906.055 infeções, segundo os dados oficiais mais recentes.

Covid-19: Mais 1.002 mortes e 48.413 novas infeções em África nas últimas 24 horas

Covid-19: Mais 1.002 mortes e 48.413 novas infeções em África nas últimas 24 horas

Mais 1.002 mortes associadas à covid-19 foram registadas em África, que conta mais 48.413 casos, num total de 6.906.055 infeções, segundo os dados oficiais mais recentes.

Adis Abeba, 05 ago 2021 (Lusa) — Mais 1.002 mortes associadas à covid-19 foram registadas em África nas últimas 24 horas, que conta mais 48.413 casos, num total de 6.906.055 infeções, segundo os dados oficiais mais recentes sobre a pandemia na região.

Segundo o último boletim do Centro de Controlo e Prevenção de Doenças da União Africana (África CDC), o número de óbitos associados à covid-19 é agora 174.838.

O continente regista 6.047.230 doentes recuperados, dos quais 42.835 nas últimas 24 horas.

Neste continente, a África Austral continua a ser a região mais afetada, com 3.323.414 infetados e 91.436 mortes associadas à covid-19.

Nesta região, só a África do Sul contabiliza 2.497.655 infetados e 73.873 mortes.

O Norte de África, que sucede à África Austral nos números da covid-19, tem 2.019.221 casos e 55.938 óbitos associados à doença.

A África Oriental contabiliza 813.081 infetados e 17.204 e a região da África Ocidental regista 543.035 infeções e 7.096 mortes.

A África Central é a região do continente com menos casos de infeção e de mortes: 207.304 casos e 3.164 óbitos.

A Tunísia, o segundo país africano com mais vítimas mortais a seguir à África do Sul, regista 20.550 óbitos e 599.938 casos, seguindo-se o Egito, com 16.557 mortes e 284.523 infetados, e Marrocos, que contabiliza o segundo maior número de infeções em todo o continente, 665.325 casos, mas menos mortes do que os dois países anteriores, com 10.087 óbitos associados à doença.

Entre os países mais afetados, estão também a Etiópia, com 4.406 vítimas mortais e 282.498 infeções, e a Argélia, com 4.441 óbitos e 178.013 infetados.

Em relação aos países de língua oficial portuguesa, Moçambique regista 1.538 óbitos e 129.036 casos de infeção acumulados desde o início da pandemia e Angola contabiliza 1.032 mortes associadas à doença e 43.269 infetados acumulados.

Cabo Verde regista 298 mortes associadas à doença e 33.941 infeções, a Guiné Equatorial 123 óbitos e 8.928 casos, a Guiné-Bissau contabiliza 79 mortos e 4.679 infetados e São Tomé e Príncipe 37 óbitos e 2.463 infeções.

O primeiro caso de covid-19 em África surgiu no Egito, em 14 de fevereiro de 2020, e a Nigéria foi o primeiro país da África subsaariana a registar casos de infeção, em 28 de fevereiro.

A pandemia de covid-19 fez pelo menos 4.247.424 mortos em todo o mundo, entre mais de 200,1 milhões de casos de infeção pelo novo coronavírus, desde que a OMS detetou a doença na China em finais de dezembro de 2019, segundo o balanço da AFP com base em dados oficiais.

A doença respiratória é provocada pelo coronavírus SARS-CoV-2, detetado no final de 2019 em Wuhan, cidade do centro da China, e atualmente com variantes identificadas em países como o Reino Unido, Índia, África do Sul, Brasil e Peru.

SMM // PJA

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS