Covid-19: Macron avisa que sem passe sanitário a França teria de reconfinar

O Presidente francês Emmanuel Macron avisou hoje que sem passe sanitário a França teria de voltar a reconfinar, alertando para a necessidade de travar a expansão do coronavírus.

Covid-19: Macron avisa que sem passe sanitário a França teria de reconfinar

Covid-19: Macron avisa que sem passe sanitário a França teria de reconfinar

O Presidente francês Emmanuel Macron avisou hoje que sem passe sanitário a França teria de voltar a reconfinar, alertando para a necessidade de travar a expansão do coronavírus.

O Presidente francês Emmanuel Macron avisou hoje que sem passe sanitário a França teria de voltar a reconfinar, alertando para a necessidade de travar a expansão do coronavírus. Macron tem utilizado as suas redes sociais para responder de forma informal a perguntas dos franceses, defendendo o passe sanitário, numa altura que a situação nos hospitais da Córsega se está a agravar.

“Sem o passe sanitário, teríamos de fechar tudo, ou seja, fazer pagar a toda a gente as consequências do vírus”, avisou o Presidente da República francês num vídeo publicado nas redes sociais.

O passe sanitário é uma das medidas que tem causado mais controvérsia em França, com muitos franceses a recusarem vacinar-se para frequentarem locais como bares, restaurantes ou cinemas.

Ao mesmo tempo, a quarta vaga da covid-19 no país continua a avançar, com os hospitais na ilha da Córsega a chegaram a uma situação de saturação. A Córsega é um dos destinos de férias preferidos dos franceses e o afluxo de turistas fez com que os hospitais sofram também uma grande afluência.

A Córsega tem atualmente a segunda maior taxa de incidência de covid-19 em França.

Há 7.974 pessoas hospitalizadas em todo o território devido ao vírus e 1.331 estão internadas nas unidades de cuidados intensivos, mais 99 do que na véspera.

Nas últimas 24 horas foram detetados 26.829 novos casos de covid-19 e morreram 56 pessoas devido ao vírus.

A pandemia de covid-19 provocou pelo menos 4.234.618 mortos em todo o mundo, entre mais de 198,8 milhões de casos de infeção pelo novo coronavírus, segundo o balanço mais recente da agência France-Presse.

 

 

Impala Instagram


RELACIONADOS