Covid-19: Macron anuncia quatro fases de desconfinamento até 30 de junho

O Presidente da República, Emmanuel Macron, anunciou hoje que o desconfinamento vai fazer-se de forma faseada até 30 de junho, com a reabertura progressiva dos museus, restaurantes e cafés, assim como o fim do recolher obrigatório.

Covid-19: Macron anuncia quatro fases de desconfinamento até 30 de junho

Covid-19: Macron anuncia quatro fases de desconfinamento até 30 de junho

O Presidente da República, Emmanuel Macron, anunciou hoje que o desconfinamento vai fazer-se de forma faseada até 30 de junho, com a reabertura progressiva dos museus, restaurantes e cafés, assim como o fim do recolher obrigatório.

O Presidente da República, Emmanuel Macron, anunciou hoje que o desconfinamento vai fazer-se de forma faseada até 30 de junho, com a reabertura progressiva dos museus, restaurantes e cafés, assim como o fim do recolher obrigatório.

Em entrevista coletiva a diferentes meios de comunicação regionais, Emmanuel Macron, anunciou hoje o plano de desconfinamento da França para os próximos meses.

Estes diferentes meios de comunicação deveriam publicar as informações de forma coordenada, mas algumas fugas de informação deixam já perceber o que se vai passar.

Até pelo menos dia 19 de maio, as atuais condições vão manter-se, extinguindo-se só a limitação de deslocações a mais de 10 quilómetros, mantendo-se o recolher obrigatório às 19:00.

A partir de 19 de maio, o recolher obrigatório passa para as 21:00 e reabrem esplanadas, museus, cinemas e teatros, assim como espaços desportivos cobertos e ao ar livre com protocolo adaptado.

Alguns dias mais tarde, a 09 de junho o recolher obrigatório passa a ser às 23:00 e graças ao passe sanitário, vai ser possível haver espetáculos com mais de 5.000 pessoas e passar a acolher estrangeiros vindos do exterior.

Ainda a partir de 09 de junho os restaurantes vão abrir com um máximo de 06 pessoas por mesa e os ginásios vão reabrir, havendo também o regresso da prática dos desportos de contacto.

A última fase começa a 30 de junho e aí vai deixar de haver recolher obrigatório, com ajustes dependendo da situação sanitária no que diz respeito aos grandes eventos.

 

 

Impala Instagram


RELACIONADOS