Covid-19: Macau sem casos ativos após 46.º paciente receber hoje alta hospitalar

Macau deixou de ter qualquer caso ativo, depois do último paciente diagnosticado com covid-19 ter recebido hoje alta hospitalar, informaram as autoridades de saúde em conferência de imprensa.

Covid-19: Macau sem casos ativos após 46.º paciente receber hoje alta hospitalar

Covid-19: Macau sem casos ativos após 46.º paciente receber hoje alta hospitalar

Macau deixou de ter qualquer caso ativo, depois do último paciente diagnosticado com covid-19 ter recebido hoje alta hospitalar, informaram as autoridades de saúde em conferência de imprensa.

Mais de 1.500 pessoas cumprem ainda uma quarentena obrigatória em hotéis, adiantaram as autoridades um dia depois de ter sido fechado o corredor especial entre Macau e o aeroporto internacional de Hong Kong, criado durante um mês sobretudo para permitir o regresso de residentes que ficaram retidos em outros territórios devido à pandemia.

O transporte marítimo diário custou 45 milhões de patacas (490 mil euros), permitindo a entrada de 1.767 pessoas e a saída de outras 1.163, acrescentaram.

Os funcionários de casinos começaram a ser testados à covid-19 desde quinta-feira, uma ação que se deverá estender a cerca de 50 mil trabalhadores do setor, avançaram ainda na mesma conferência de imprensa.

Um esforço das autoridades de saúde agora que foram aliviadas as restrições fronteiriças com a província de Guangdong, responsável pela maioria dos apostadores em Macau, e quando é expectável um aumento do número visitantes na capital mundial do jogo.

Macau foi dos primeiros territórios a identificar casos de covid-19, antes do final de janeiro.

O último, o 46.º, foi detetado a 25 de junho, quando já não havia registo de novos casos desde 09 de abril.

Macau não registou nenhuma morte relacionada com a doença e não identificou qualquer infetado entre os profissionais de saúde.

A pandemia de covid-19 já provocou mais de 585 mil mortos e infetou mais de 13,6 milhões de pessoas em 196 países e territórios, segundo um balanço feito pela agência de notícias France-Presse (AFP).

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

JMC // PJA

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS