Covid-19: Macau impõe quarentena a viajantes de duas províncias chinesas

Macau impõe a partir de hoje uma quarentena de 14 dias aos viajantes provenientes de várias localidades das províncias chinesas de An Hui e Liaoning, devido à situação epidemiológica de covid-19, anunciaram as autoridades de saúde.

Covid-19: Macau impõe quarentena a viajantes de duas províncias chinesas

Covid-19: Macau impõe quarentena a viajantes de duas províncias chinesas

Macau impõe a partir de hoje uma quarentena de 14 dias aos viajantes provenientes de várias localidades das províncias chinesas de An Hui e Liaoning, devido à situação epidemiológica de covid-19, anunciaram as autoridades de saúde.

A medida, que entra em vigor a partir das 21:00 horas de hoje (14:00 em Lisboa), aplica-se a quem nos 14 dias anteriores tenha estado na província de Liaoning, incluindo na vila de Chentun, cidade de Yingkou, comunidade de Honghai, vila de Xiongyue, distrito de Bayuquan, cidade de Yingkou, comunidade de Yiyuan, distrito de Heping e cidade de Shenyang, informou hoje o Centro de Coordenação de Contingência do Novo Tipo de Coronavírus, em comunicado.

O período de 14 dias de observação médica obrigatória aplica-se igualmente a quem venha de algumas zonas da província de An Hui, incluindo os distritos de Jin An e Yu An, cidade de Lu An, vila de Shangpai, condado de Feixi e cidade de Hefei, acrescenta-se na nota.

Considerada uma das regiões mais seguras do mundo em relação à pandemia de covid-19, Macau contabilizou apenas 50 casos desde que o novo coronavírus chegou ao território, no final de janeiro de 2020, não tendo registado até hoje nenhuma morte causada pela doença.

Apesar disso, o território, que fechou as fronteiras a estrangeiros em 18 de março do ano passado, continua a manter fortes restrições fronteiriças, limitando as entradas a residentes e cidadãos da China e impondo longas quarentenas a quem regressar de países onde a situação epidemiológica é considerada mais grave.

Desde terça-feira, as pessoas que regressem da Índia, Paquistão, Filipinas, Nepal e do Brasil são obrigadas a cumprir 28 dias de quarentena, período que será alargado para 35 dias caso seja detetada a presença de anticorpos do novo coronavírus, devido ao risco de reinfeção.

A pandemia de covid-19 provocou, pelo menos, 3.406.803 mortos no mundo, resultantes de mais de 164,1 milhões de casos de infeção, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

PTA (CZL) // JH

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS