Covid-19: Macau impõe quarentena a todos, com exceção da China continental, Taiwan e Hong Kong

O Governo de Macau anunciou hoje que a partir da meia-noite de terça-feira quem chegar ao território, com exceção da China continental, Taiwan e Hong Kong, terá de ficar em quarentena de 14 dias.

Covid-19: Macau impõe quarentena a todos, com exceção da China continental, Taiwan e Hong Kong

Covid-19: Macau impõe quarentena a todos, com exceção da China continental, Taiwan e Hong Kong

O Governo de Macau anunciou hoje que a partir da meia-noite de terça-feira quem chegar ao território, com exceção da China continental, Taiwan e Hong Kong, terá de ficar em quarentena de 14 dias.

A partir da meia-noite de terça-feira, quem chegue ao território, com exceção da China continental, Taiwan e Hong Kong, “será sujeito a uma observação médica de 14 dias”, afirmou a secretária para os Assuntos Sociais e Cultura, Ao Ieong U, em conferência de imprensa.

Esta medida é imposta a “todos os indivíduos que viajaram para estes países nos 14 dias anteriores à entrada no território”, disse, reforçando: “Têm de estar sujeitas a 14 dias de observação médica”.

Esta medida surge um dia depois de Macau ter registado o primeiro caso de infeção pelo novo coronavírus em 40 dias, uma sul-coreana que chegou ao território vinda do Porto, onde visitou familiares do namorado português.

Antes desta confirmação, Macau registava dez casos de infeção com o vírus da Covid-19, tendo todos já recebido alta hospitalar. Agora, são 11 o número de pessoas em Macau infetadas desde que o surto começou.

O novo coronavírus responsável pela pandemia de Covid-19 foi detetado em dezembro, na China, e já provocou mais de 6.400 mortos em todo o mundo.

O número de infetados ronda as 164 mil pessoas, com casos registados em pelo menos 141 países e territórios, incluindo Portugal, que tem 245 casos confirmados. Do total de infetados, mais de 75 mil recuperaram

MIM // VM

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS