Covid-19: Itália soma perto de 1.600 novos casos e supera os 283.000

Os novos casos de covid-19 continuam a crescer em Itália, que registou 1.597 nas últimas 24 horas, em comparação com os 1.434 de quarta-feira, com o total a superar os 283.000 contágios, segundo os dados do Ministério da Saúde.

Covid-19: Itália soma perto de 1.600 novos casos e supera os 283.000

Covid-19: Itália soma perto de 1.600 novos casos e supera os 283.000

Os novos casos de covid-19 continuam a crescer em Itália, que registou 1.597 nas últimas 24 horas, em comparação com os 1.434 de quarta-feira, com o total a superar os 283.000 contágios, segundo os dados do Ministério da Saúde.

Ainda em comparação com quarta-feira, foram realizados menos 2.000 testes, sendo que o número de óbitos baixou, com 10 hoje, em comparação com 14 no dia anterior.

Com estes novos dados, desde o início da pandemia, foram registados 283.180 casos de contágio pelo novo coronavírus em Itália e 35.587 mortes.

Os pacientes com sintomas hospitalizados também aumentaram para 1.836 em todo o país, assim como os internados em Unidades de Cuidados Intensivos, que são 164, mais 14 nas últimas 24 horas.

A Lombardia, no norte, continua a ser a região mais afetada durante toda a emergência sanitária, com 245 novas infeções, seguida pela Campânia, no sul, com 180, e Lácio, com 163, dos quais 120 foram detetados na capital, Roma.

A região de Valle D’Aosta voltou a não registar novos contágios.

A Itália continua a realizar testes em aeroportos, portos e hospitais com um sistema ‘drive-in’ para pessoas que chegam de países considerados de risco, como Espanha, Grécia, Malta e Croácia.

O Governo prolongou até 07 de outubro as medidas adotadas para conter a propagação da covid-19, como o uso de máscara em locais fechados ou a restrição de chegadas de outros países, enquanto se prepara para o início de aulas no dia 14 de setembro, na maior parte do país.

A pandemia de covid-19 já provocou mais de 904 mil mortos e quase 28 milhões de casos de infeção em 196 países e territórios, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

AXYG // ANP

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS