Covid-19: Italia regista 5.456 novos casos com menos testes que no sábado

Itália registou nas últimas 24 horas 5.456 novos casos de infeção com o novo coronavirus, tendo sido realizados menos 30.000 testes do que no sábado, quando os infetados foram 5.724, informou o Ministério da Saúde.

Covid-19: Italia regista 5.456 novos casos com menos testes que no sábado

Covid-19: Italia regista 5.456 novos casos com menos testes que no sábado

Itália registou nas últimas 24 horas 5.456 novos casos de infeção com o novo coronavirus, tendo sido realizados menos 30.000 testes do que no sábado, quando os infetados foram 5.724, informou o Ministério da Saúde.

Este domingo realizaram-se 104.658 testes, enquanto no sábado foram realizados 133.084.

O número total de infetados em Itália é de 354.950 desde 21 de fevereiro e o de mortos é de 36.166, com mais 26 nas últimas 24 horas.

Das 5.456 novas infeções, 1.032 foram reportadas na região da Lombardia (no norte do país), a mais afetada pela pandemia. Na Campania (sul) registaram-se 633 novos contágios e em Toscana (centro) 517.

Em Itália há atualmente 79.075 pessoas infetadas com o novo coronavirus, das quais 420 estão em unidades de cuidados intensivos e 4.519 hospitalizadas, enquanto as restantes não têm sintomas ou têm sintomas leves e encontram-se em casa.

O Governo italiano prolongou recentemente o estado de emergência até 31 de janeiro para combater a pandemia e impôs a obrigação de usar a máscara em todos os momentos, também ao ar livre.

Apesar disso, nos últimos dias Itália não tem baixado dos 5.000 casos diários e isso está a preocupar o Governo, que pondera implementar mais medidas restritivas.

Segundo os media italianos, mas sem confirmação oficial, o executivo italiano estará a estudar ações como proibir festas privadas ou desportos coletivos amadores, incluindo jogos entre amigos, e obrigar os bares e restaurantes a encerrar à meia-noite.

Tudo com o objetivo de evitar que a curva de transmissão se descontrole e o sistema de saúde volte a colapsar como em março.

 

JDN // JLG

Lusa/Fim

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS