Covid-19: Itália regista 15.267 novos casos e supera dois milhões de imunizados

A Itália registou hoje 15.267 novas infeções com o novo coronavírus e 354 mortes nas últimas 24 horas, quando mais de dois milhões de italianos foram totalmente vacinados.

Covid-19: Itália regista 15.267 novos casos e supera dois milhões de imunizados

Covid-19: Itália regista 15.267 novos casos e supera dois milhões de imunizados

A Itália registou hoje 15.267 novas infeções com o novo coronavírus e 354 mortes nas últimas 24 horas, quando mais de dois milhões de italianos foram totalmente vacinados.

Roma, 15 mar 2021 (Lusa) — A Itália registou hoje 15.267 novas infeções com o novo coronavírus e 354 mortes nas últimas 24 horas, quando mais de dois milhões de italianos foram totalmente vacinados, anunciou o Ministério da Saúde.

O número de mortes registadas nas últimas 24 horas representa um forte aumento em relação às 264 notificadas no dia anterior e elevam o número total de óbitos com o novo coronavírus desde o início da crise sanitária Itália, em fevereiro de 2020, para 102.499.

No total, em pouco mais de um ano de pandemia, foram detetadas 3.238.394 infeções no país.

A pressão sobre os hospitais volta a subir, já que, dos 530.357 casos positivos, 28.495 são de doentes que se encontram internados, 895 a mais doentes do que no domingo, sendo que 3.157 desses estão nos cuidados intensivos (mais 75).

Ao mesmo tempo, a campanha de vacinação continua a progredir na Itália, tendo ultrapassado já dois milhões de pessoas (2.003.391) totalmente imunizadas, após receberem as duas doses necessárias, enquanto 6.715.732 doses das empresas farmacêuticas Pfizer, Moderna e AstraZeneca foram já aplicadas.

A Agência Italiana de Medicamentos (AIFA) suspendeu hoje a vacinação com as vacinas de todos os lotes recebidos da AstraZeneca, como precaução contra casos recentes de trombose na Europa e depois de, na semana passada, a agência ter retirado de circulação um lote deste fármaco, na sequência da morte de um militar e de um polícia que tinham sido vacinados na Sicília.

Em relação às medidas de contenção do vírus, a maior parte da Itália está em confinamento desde hoje, com a proibição de sair de casa a não ser por motivos de trabalho ou por forte necessidade, enquanto 80% dos alunos seguem as aulas à distância.

Este confinamento, conhecido como “zona vermelha” e que representa o nível máximo de restrições devido ao risco de contágio, atinge cerca de 42 milhões de italianos, de 10 das regiões mais populosas.

Os restantes territórios encontram-se na “zona laranja”, com restaurantes e museus encerrados, mas sem restrições à mobilidade dentro do próprio concelho.

A única exceção é a ilha da Sardenha, que ainda se encontra na “zona branca”, quase sem limitações.

A pandemia de covid-19 provocou, pelo menos, 2.654.089 mortos no mundo, resultantes de mais de 119,7 milhões de casos de infeção, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

RJP // EL

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS