Covid-19: Itália regista 10 mil contágios e 373 mortes nas últimas 24 horas

A Itália registou 10.404 novas infeções com o novo coronavírus e 373 mortes nas últimas 24 horas, de acordo com dados oficiais, no segundo dia de redução das medidas de combate à pandemia de covid-19.

Covid-19: Itália regista 10 mil contágios e 373 mortes nas últimas 24 horas

Covid-19: Itália regista 10 mil contágios e 373 mortes nas últimas 24 horas

A Itália registou 10.404 novas infeções com o novo coronavírus e 373 mortes nas últimas 24 horas, de acordo com dados oficiais, no segundo dia de redução das medidas de combate à pandemia de covid-19.

A Itália registou 10.404 novas infeções com o novo coronavírus e 373 mortes nas últimas 24 horas, de acordo com dados oficiais, no segundo dia de redução das medidas de combate à pandemia de covid-19.

Desde o início da pandemia no país, em fevereiro do ano passado, 3.981.512 pessoas já foram infetadas, incluindo 119.912 que morreram.

Nas últimas 24 horas, 14.688 pessoas foram curadas, mas outras 177 foram internadas em cuidados intensivos.

Em Itália, há neste momento 448.149 casos positivos de covid-19, dos quais a maioria está em casa sem sintomas ou com sintomas leves, enquanto 20.312 pessoas estão hospitalizadas e 2.748 estão em unidades de cuidados intensivos.

Na campanha de vacinação, as autoridades sanitárias italianas já aplicaram 18.253.774 doses de vacinas e 5.361.116 pessoas já estão imunizadas.

A Itália iniciou hoje um processo de reabertura gradual que começou nas 14 regiões com baixo risco de contágio, classificadas como “zonas amarelas”, incluindo Lazio e Lombardia, cujas capitais são Roma e Milão, respetivamente.

Nessas “zonas amarelas”, as aulas presenciais foram retomadas para alunos até ao ensino médio, bares e restaurantes podem servir comida nas esplanadas até às 22:00, quando começa o recolher obrigatório, e museus, cinemas e teatros reabriram com capacidade limitada.

A pandemia de covid-19 provocou, pelo menos, 3.122.150 mortos no mundo, resultantes de mais de 147,7 milhões de casos de infeção, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

 

 

Impala Instagram


RELACIONADOS