Covid-19: Irão regista novo máximo com 39.019 casos nas últimas 24 horas

O Irão contabilizou um número máximo de novos casos de covid-19 registados nas últimas 24 horas, com mais 39.019 infetados, de acordo com o balanço oficial do país onde a situação sanitária continua a agravar-se.  

Covid-19: Irão regista novo máximo com 39.019 casos nas últimas 24 horas

Covid-19: Irão regista novo máximo com 39.019 casos nas últimas 24 horas

O Irão contabilizou um número máximo de novos casos de covid-19 registados nas últimas 24 horas, com mais 39.019 infetados, de acordo com o balanço oficial do país onde a situação sanitária continua a agravar-se.  

Os novos casos do coronavírus SARS CoV-2, que provocam a doença da covid-19, fazem aumentar o total de infetados no Irão para 3.979.727 pessoas desde o princípio da crise sanitária.

A doença fez mais 378 mortos no país nas últimas 24 horas, sendo que, no total morreram 91.785 pessoas desde o início da pandemia no Irão. 

Na segunda-feira tinha-se registado um novo máximo com 37.819 casos em 24 horas, tendo o aiatola Ali Khamenei ordenado ao Comité Nacional de Luta Contra o Vírus para tomar as “medidas necessárias” para conter a propagação da doença.

A partir do passado dia 26 de julho, começaram a registar-se mais de 30 mil novos casos por dia relacionados com a variante Delta do coronavírus. 

As autoridades afirmam que se trata da quinta vaga da pandemia no país. 

No Irão, 10,7 milhões de pessoas receberam uma dose da vacina e apenas 2,8 milhões de habitantes foram inoculados com o composto completo, disse hoje o Ministério da Saúde do Irão.

No país vivem 83 milhões de pessoas. 

 A pandemia de covid-19 provocou pelo menos 4.234.618 mortos em todo o mundo, entre mais de 198,8 milhões de casos de infeção pelo novo coronavírus, segundo o balanço mais recente da agência France-Presse.

A doença respiratória é provocada pelo coronavírus SARS-CoV-2, detetado no final de 2019 em Wuhan, cidade do centro da China, e atualmente com variantes identificadas em países como o Reino Unido, Índia, África do Sul, Brasil e Peru.

PSP // PMC

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS