Covid-19: Irão anuncia mais 135 mortes, balanço oficial de 988 mortos

As autoridades de Teerão anunciaram hoje mais 135 mortes causadas pela Covid-19, o que eleva para 988 o balanço oficial da epidemia do novo coronavírus no Irão, um dos países mais afetados a seguir à China.

Covid-19: Irão anuncia mais 135 mortes, balanço oficial de 988 mortos

Covid-19: Irão anuncia mais 135 mortes, balanço oficial de 988 mortos

As autoridades de Teerão anunciaram hoje mais 135 mortes causadas pela Covid-19, o que eleva para 988 o balanço oficial da epidemia do novo coronavírus no Irão, um dos países mais afetados a seguir à China.

Segundo o porta-voz do Ministério da Saúde, Kianuche Jahanpur, mais 1.178 novos casos de infeção foram confirmados nas últimas 24 horas.

“Isto faz aumentar o número total de casos confirmados para 16.169”, declarou Jahanpur na sua conferência de imprensa diária transmitida pela televisão.

O porta-voz indicou que um terço (5.389 doentes) recuperou e está “globalmente de boa saúde”.

A província de Teerão continua a ser a que regista mais novos casos de infeção (273), segundo os dados divulgados por Jahanpur, que instou mais uma vez os iranianos a ficarem em casa.

O porta-voz apelou igualmente à população para declarar ‘online’, através de uma página especial do ministério na Internet, qualquer sintoma que possa ser resultante do novo coronavírus.

“Até esta manhã, mais de 15 milhões dos nossos cidadãos (numa população de mais de 80 milhões) recorreram àquela página, que identifica os declarantes a partir do seu número de segurança social e que os encaminha para os serviços adequados em função dos sintomas indicados”, precisou.

Numa situação rara, o Irão anunciou na segunda-feira o encerramento de quatro importantes locais santos xiitas para tentar conter a epidemia.

À medida que se aproximam os feriados do Ano Novo persa (de 19 de março a 03 de abril), que tradicionalmente leva todo o país para as estradas, as autoridades iranianas apelam às pessoas para se absterem de qualquer viagem e para levarem “a sério” o vírus.

Para dissuadir as pessoas, várias províncias ordenaram o encerramento dos hotéis.

A última medida foi proibir em Teerão e várias outras províncias as celebrações do tradicional festival do fogo persa (ocasião para felizes concentrações na via pública), que devia começar hoje à noite, noticiou a agência oficial Irna.

 

PAL // EL

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS