Covid-19: Infeções a subir em Espanha com mais de 12.000 novos casos

O número de contágios está a subir desde sexta-feira passada em Espanha, que hoje registou 12.131 novos casos de covid-19, elevando para 1.785.421 o total de infetados até agora no país, segundo números divulgados hoje.

Covid-19: Infeções a subir em Espanha com mais de 12.000 novos casos

Covid-19: Infeções a subir em Espanha com mais de 12.000 novos casos

O número de contágios está a subir desde sexta-feira passada em Espanha, que hoje registou 12.131 novos casos de covid-19, elevando para 1.785.421 o total de infetados até agora no país, segundo números divulgados hoje.

As autoridades sanitárias espanholas também contabilizaram mais 181 mortes desde quarta-feira atribuídas à covid-19, passando o total de óbitos para 48.777.

O nível de incidência acumulada (pessoas contagiadas) em Espanha está a aumentar desde sexta-feira, havendo hoje 207 casos diagnosticados por 100.000 habitantes nos últimos 14 dias (mais seis do que na quarta-feira), sendo as regiões com os níveis mais elevados a de Baleares (322), Madrid (262), País Basco (257) e Comunidade Valenciana (255).

O diretor do Centro de Coordenação de Alertas e Emergências Sanitárias, Fernando Simón, indicou que a incidência deverá continuar a aumentar e assegurou que o início da subida ou a “mudança de tendência” teve lugar a partir de 09 de dezembro último e “é muito possível” que esteja relacionada com o alívio das medidas de luta contra a pandemia.

Por outro lado, nas últimas 24 horas, deram entrada nos hospitais 1.158 pessoas com a doença, das quais 240 na Catalunha, 193 em Madrid e 166 na Comunidade Valenciana.

Em todo o país há 11.336 pessoas hospitalizadas com a covid-19, o que corresponde a 9,21% das camas, das quais 1.955 pacientes em unidades de cuidados intensivos, 20,44% das camas desse serviço.

O primeiro-ministro espanhol, Pedro Sánchez, de quarentena até 24 de dezembro após um encontro com o Presidente francês, Emmanuel Macron, na segunda-feira, teve resultado negativo num teste ao novo coronavírus realizado hoje.

Pedro Sánchez “realizou (hoje) de manhã um teste PCR que se revelou negativo”, mas continuará a respeitar a quarentena “até 24 de dezembro inclusive, na medida em que foi o único contacto próximo da delegação espanhola com o presidente francês, Emmanuel Macron, durante o dia 14 de dezembro em Paris”, informou o gabinete do chefe do Governo espanhol em comunicado.

Pedro Sánchez será seguido pelos médicos durante toda a sua quarentena e será submetido a um novo teste PCR no final deste período, acrescenta a declaração.

A pandemia de covid-19 provocou pelo menos 1.649.927 mortos resultantes de mais de 74,1 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 5.902 pessoas dos 362.616 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

FPB // FPA

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS