Covid-19: Índia registou 26.500 casos nas últimas 24 horas, um novo máximo diário

A Índia registou 26.506 infeções de covid-19 nas últimas 24 horas, um novo máximo diário de casos, segundos dados oficiais, levando alguns estados a impor um novo confinamento.

Covid-19: Índia registou 26.500 casos nas últimas 24 horas, um novo máximo diário

Covid-19: Índia registou 26.500 casos nas últimas 24 horas, um novo máximo diário

A Índia registou 26.506 infeções de covid-19 nas últimas 24 horas, um novo máximo diário de casos, segundos dados oficiais, levando alguns estados a impor um novo confinamento.

Nova Deli, 10 jul 2020 (Lusa) – A Índia registou 26.506 infeções de covid-19 nas últimas 24 horas, um novo máximo diário de casos, segundos dados oficiais, levando alguns estados a impor um novo confinamento, para tentar travar a progressão da doença.

No total, desde o início da pandemia, a Índia registou 793.802 casos do novo coronavírus e 21.604 mortos, 475 dos quais só nas últimas 24 horas.

Para travar o surto, o estado de Bihar impôs novo confinamento total na capital, Patna, e em mais quatro distritos, durante uma semana, com início na sexta-feira.

O estado mais populoso da Índia, Uttar Pradesh, com quase 230 milhões de habitantes, anunciou o confinamento durante o fim de semana, com início esta noite. Todas as lojas permanecerão fechadas, exceto farmácias e supermercados ou estabelecimentos de venda de produtos alimentares.

A Índia é o terceiro país com mais casos do novo coronavírus, depois de Estados Unidos e Brasil.

O número de infeções na Índia disparou desde que o Governo aliviou as restrições e à medida que os testes aumentaram para mais de 200.000 amostras por dia, em comparação com apenas algumas centenas por dia em março.

Os peritos de saúde dizem que a verdadeira extensão da propagação do vírus na Índia é desconhecida e que o país deve testar mais, dada a sua população, de quase 1,4 mil milhões de pessoas.

A pandemia de covid-19 já provocou quase 551 mil mortos e infetou mais de 12,12 milhões de pessoas em 196 países e territórios, segundo um balanço feito pela agência de notícias France-Presse (AFP).

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

PTA (MIM) // MIM

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS