Covid-19: Incidência continua a baixar, índice transmissibilidade mantém-se

A taxa de incidência de infeções por SARS-CoV-2 nos últimos 14 dias baixou novamente no continente e a nível nacional, enquanto o índice de transmissibilidade (Rt) se mantém em 0,92.

Covid-19: Incidência continua a baixar, índice transmissibilidade mantém-se

Covid-19: Incidência continua a baixar, índice transmissibilidade mantém-se

A taxa de incidência de infeções por SARS-CoV-2 nos últimos 14 dias baixou novamente no continente e a nível nacional, enquanto o índice de transmissibilidade (Rt) se mantém em 0,92.

No boletim epidemiológico conjunto da Direção-Geral da Saúde e do Instituto Nacional da Saúde Doutor Ricardo Jorge, a taxa de incidência (média de novos casos por 100.000 habitantes nos últimos 14 dias) nacional desceu para 362,7, quando na quarta-feira estava em 376,9. Em Portugal continental, a taxa de incidência desceu hoje para 369,2, dos 384,5 verificados na quarta-feira.

O Rt – que estima o número de casos secundários de infeção resultantes de uma pessoa portadora do vírus – mantém o valor de 0,92 registado na quarta-feira.

Os dados do Rt e da incidência de novos casos por 100 mil habitantes a 14 dias – indicadores que compõem a matriz de risco de acompanhamento da pandemia – são atualizados pelas autoridades de saúde à segunda-feira, à quarta-feira e à sexta-feira. O nível de risco na matriz de monitorização da pandemia de covid-19 fixa-se agora em 480 casos por 100 mil habitantes a 14 dias em vez dos anteriores 240.

De acordo com o portal do Governo para a covid-19 na Internet, “a monitorização da evolução da pandemia continuará a ser feita com base nos indicadores de incidência e Rt [índice de transmissibilidade], agora adaptados de acordo com a evolução da vacinação (nível de alerta passa para 240, nível de risco passa para 480)”.A alteração na matriz de risco havia sido sugerida pelos especialistas na reunião no Infarmed, no dia 27 de julho.

A pandemia de covid-19 fez pelo menos 4.247.424 mortos em todo o mundo, entre mais de 200,1 milhões de casos de infeção pelo novo coronavírus, desde que a OMS detetou a doença na China em finais de dezembro de 2019, segundo o balanço mais recente da AFP com base em dados oficiais.

Em Portugal, desde o início da pandemia, em março de 2020, morreram 17.440 pessoas e foram registados 982.364 casos de infeção, segundo a Direção-Geral da Saúde. A doença respiratória é provocada pelo coronavírus SARS-CoV-2, detetado no final de 2019 em Wuhan, cidade do centro da China, e atualmente com variantes identificadas em países como o Reino Unido, Índia, África do Sul, Brasil e Peru.

 

 

Impala Instagram


RELACIONADOS