Covid-19: Incidência acumulada na Alemanha volta a cair

A incidência acumulada de infetados com covid-19 caiu na Alemanha, pela sexta vez em sete dias, indicando que o país está a conseguir controlar a terceira vaga, com 7.534 casos em 24 horas.

Covid-19: Incidência acumulada na Alemanha volta a cair

Covid-19: Incidência acumulada na Alemanha volta a cair

A incidência acumulada de infetados com covid-19 caiu na Alemanha, pela sexta vez em sete dias, indicando que o país está a conseguir controlar a terceira vaga, com 7.534 casos em 24 horas.

A incidência acumulada de infetados com covid-19 voltou a cair na Alemanha, pela sexta vez em sete dias, indicando que o país está a conseguir controlar a terceira vaga da pandemia.

O Instituto Robert Koch (RKI) de virologia informou que nas últimas 24 horas ocorreram 7.534 novos casos de coronavírus e 315 mortes. O número de novos positivos é inferior ao de segunda-feira (9.160) e aos comunicados da passada terça-feira (10.976)

Assim, refere o RKI, a incidência acumulada nos últimos sete dias na Alemanha como um todo caiu para 141,4 casos por 100.000 habitantes, embora com grandes diferenças regionais (são cinco distritos acima de 300 casos e um acima de 500).

Esta incidência cumulativa para o país como um todo é um pouco menor do que os 146,9 registados na segunda-feira e claramente inferior aos 167,6 de há uma semana.

No total, a Alemanha acumula 3.433.516 casos de covid-19 e 83.591 óbitos de ou com a doença.

Atualmente, segundo o RKI, 75% dos pouco mais de 400 distritos do país estão acima de 100 casos por 100 mil habitantes em sete dias e, portanto, sob as restrições definidas no âmbito federal dentro do denominado “travão de emergência”, que incluem o recolher noturno.

No entanto, o andamento da campanha de vacinação levou o governo alemão a propor o alívio de algumas restrições para aqueles já totalmente imunizados, cerca de 9,5 milhões de pessoas, entre vacinados com o esquema completo e os que foram infetados mas estão já totalmente curados.

A partir de sábado, se o processo legislativo avançar conforme o que está planeado, os imunizados podem não precisar de exames negativos para ter acesso a lojas de bens não essenciais ou sequer se cumprir períodos de quarentena no regresso ao país.

Segundo os dados de hoje do Ministério da Saúde, 28,2% da população alemã (23,5 milhões) recebeu pelo menos uma dose da vacina contra a covid-19 e 8,0% (6,5 milhões de pessoas) já tem o regime completo e está totalmente imunizado. A estes devem ser adicionados um pouco mais de 3 milhões de pessoas já recuperadas.

A ocupação nas unidades de cuidados intensivos continua a descer, mas ligeiramente. O número de hospitalizados por covid-19 caiu para 5.011 (menos 18), dos quais 59% estão ventilados.

 

 

Impala Instagram


RELACIONADOS