Covid-19: Incidência acumulada de novas infeções na Alemanha abaixo das 75 por 100 mil

A incidência acumulada em sete dias caiu na Alemanha pela 1.ª vez em três meses abaixo das 75 novas infeções pelo novo coronavírus por 100.000 habitantes, divulgou o Instituto Robert Koch.

Covid-19: Incidência acumulada de novas infeções na Alemanha abaixo das 75 por 100 mil

Covid-19: Incidência acumulada de novas infeções na Alemanha abaixo das 75 por 100 mil

A incidência acumulada em sete dias caiu na Alemanha pela 1.ª vez em três meses abaixo das 75 novas infeções pelo novo coronavírus por 100.000 habitantes, divulgou o Instituto Robert Koch.

Assim, na Alemanha como um todo, a incidência acumulada é de 72,8 casos por 100.000 habitantes, em comparação com 76,0 de segunda-feira e 90,0 há uma semana. As novas infeções totalizaram 60.577 numa semana.

Em relação às últimas 24 horas, as autoridades de saúde alemãs registaram 481 mortos e 3.379 novas infeções causadas pelo novo coronavírus (sem contabilizar os 600 casos no Estado Renânia do Norte-Vestfália que foram entregues fora do prazo e que serão somente contabilizados na quarta-feira).

O pico de incidência de casos positivos no âmbito federal tinha sido registado em 22 de dezembro com 197,6 novas infeções por 100.000 habitantes numa semana.

Em 28 de janeiro, a incidência acumulada caiu para menos de 100 pela primeira vez em três meses. O objetivo do Governo alemão é conseguir uma redução sustentável da incidência abaixo de 50, nível que considera necessário para poder refazer todas as cadeias de contágio.

O número máximo de infeções foi registado no dia 18 de dezembro com 33.777 novas infeções num dia, e o número de óbitos, no dia 14 de janeiro, com 1.244 mortes.

O número de casos positivos desde o anúncio do primeiro contágio no país, em 27 de janeiro de 2020, é de 2.291.924, dos quais 2.057.300 são pacientes recuperados – e 62.156 óbitos.

O número de pacientes com covid-19 em unidades de cuidados intensivos na segunda-feira era de 3.957, dos quais 2.203 precisavam de respiração assistida, de acordo com dados da Associação Interdisciplinar Alemã de Cuidados Intensivos e Medicina de Emergência (DIVI).

Em um dia, 372 novas admissões de pacientes com covid-19 foram registadas nos cuidados intensivos e 348 deixaram estas mesmas unidades, sendo que 42% correspondem a óbitos, especificou o RKI.

Desde 26 de dezembro, o número de pessoas que já receberam a primeira dose da vacina covid-19 na Alemanha foi de 2.295.221, o que corresponde a uma participação de 2,8%, enquanto 981.914 pessoas – 1,2% – já obtiveram a segunda dose.

A pandemia de covid-19 provocou, pelo menos, 2.316.812 mortos no mundo, resultantes de mais de 106 milhões de casos de infeção, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

CSR // SB

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS