Covid-19: Hospital de Santo António no Porto “antecipa procura” e abre mais 17 camas

O Hospital de Santo António, no Porto, disponibiliza a partir de sábado mais 17 camas para doentes covid-19 ao abrir, para “antecipar a procura”, uma enfermaria da área de Medicina Interna, revelou hoje fonte desta unidade hospitalar.

Covid-19: Hospital de Santo António no Porto

Covid-19: Hospital de Santo António no Porto “antecipa procura” e abre mais 17 camas

O Hospital de Santo António, no Porto, disponibiliza a partir de sábado mais 17 camas para doentes covid-19 ao abrir, para “antecipar a procura”, uma enfermaria da área de Medicina Interna, revelou hoje fonte desta unidade hospitalar.

À data de hoje, segundo a fonte, este hospital tem internados 80 doentes com covid-19, 12 dos quais em cuidados intensivos.

Fonte do Centro Hospitalar Universitário do Porto (CHUP), unidade que inclui o Hospital de Santo António, referiu à agência Lusa que a “nova enfermaria” abre no sábado “por uma questão estratégica”.

“Antecipando a procura está já em curso a conversão de uma enfermaria de Medicina Interna em unidade covid-19, com 17 camas, a abrir no próximo sábado”, referiu o CHUP.

A mesma fonte explicou que a capacidade instalada para covid-19 neste hospital “vai-se adaptando à medida das necessidades”, admitindo que o número de casos “tem aumentado”, mas garantindo que esse “aumento está à data de hoje controlado”.

O CHUP tem uma lotação de 791 camas, atualmente com uma taxa de ocupação de 91%. Este número inclui 73 camas de enfermaria convencional dedicadas à covid-19, das quais 68 estão ocupadas.

Somam-se 18 camas de cuidados intensivos dedicadas a doentes com o novo coronavírus, cuja taxa de ocupação atual é de 72%.

O CHUP junta o Hospital de Santo António, o Centro Materno-Infantil do Norte (CMIN), o Centro Integrado de Cirurgia de Ambulatório (CICA) e o Centro de Genética Médica Doutor Jacinto Magalhães (CGMJM).

A pandemia de covid-19 já provocou mais de 1,1 milhões de mortos no mundo desde dezembro do ano passado, incluindo 2.245 em Portugal.

Mais de metade dos novos casos de covid-19 contabilizados hoje situam-se na região Norte ao registar quase duas mil das 3.270 infeções das últimas 24 horas, indica o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS).

Segundo a DGS, quase 60% dos novos casos que surgiram nas últimas 24 horas ocorreram na região Norte, ao registar hoje mais 1.954 infeções de covid-19, num total de 44.875 e 987 mortos desde o início da pandemia.

Portugal regista hoje um novo recorde de infeções diárias, com 3.270 novos casos de infeção com o novo coronavírus, e mais 16 mortes relacionadas com a covid-19.

Os internamentos hospitalares também atingiram nas últimas 24 horas os valores máximos registados desde março, num total de 1.365, mais 93 pessoas internadas do que na quarta-feira.

Nos cuidados intensivos estão internados 200 doentes, mais 13 do que na quarta-feira. O máximo de internamentos em Unidades de Cuidados Intensivos foi registado em 07 de abril, dia em que 217 pessoas estavam nestas unidades com covid-19, a doença provocada pelo novo coronavírus SARS-CoV-2.

PFT (CMP) // JAP

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS