Covid-19: Hospitais do Oeste com 70 infetados internados e urgências sobrelotadas

Os hospitais das Caldas da Rainha e de Torres Vedras estão em situação de sobrelotação nos serviços de urgências e nas enfermarias covid-19, onde estão internados 70 doentes infetados, informou hoje o Centro Hospitalar do Oeste (CHO).

Covid-19: Hospitais do Oeste com 70 infetados internados e urgências sobrelotadas

Covid-19: Hospitais do Oeste com 70 infetados internados e urgências sobrelotadas

Os hospitais das Caldas da Rainha e de Torres Vedras estão em situação de sobrelotação nos serviços de urgências e nas enfermarias covid-19, onde estão internados 70 doentes infetados, informou hoje o Centro Hospitalar do Oeste (CHO).

Nas duas unidades “estão atualmente internados 70 doentes em enfermaria covid”, disse à agência Lusa a presidente do Conselho de Administração (CA) do CHO, Elsa Baião, admitindo que o número “ultrapassa a capacidade instalada” para doentes infetados com o novo coronavírus.

O número de internamentos reflete “um aumento de cerca de 40% no número de doentes covid” assistidos desde o final do ano de 2020, sendo também “consequência de um surto interno”, informou o CHO.

Naquelas duas unidades verifica-se também “uma sobrelotação dos espaços” nos serviços de urgência geral, levando a que “atualmente os doentes críticos estejam a ser reencaminhados pelo Centro de Orientação de Doentes Urgentes (CODU) para outras unidades hospitalares, de acordo com a situação clínica”, esclareceu o CA.

Trata-se de uma situação que “vai oscilando com períodos de maior ou menor pressão”, explicou Elsa Baião, clarificando que “as urgências não estão encerradas, mas apenas bloqueadas para CODU e INEM”.

Ou seja, “todos os doentes que se desloquem diretamente às urgências serão admitidos”, sublinhou a administradora.

Além daquelas duas unidades, o Centro Hospitalar do Oeste integra ainda o Hospital de Peniche, onde não está a ser efetuado internamento de doentes infetados com covid-19 e onde, “em meados de janeiro”, se prevê a entrada em funcionamento de uma nova unidade de internamento.

“As obras de remodelação da enfermaria iniciaram-se em novembro e prevê-se que estejam concluídas a breve trecho”, permitindo a abertura de mais “21 camas” de internamento destinadas a doente não covid”, disse a presidente do CA.

Desde o início da pandemia foram contratados para os três hospitais do CHO 173 novos profissionais.

O CHO tem uma área de influência constituída pelas populações dos concelhos de Caldas da Rainha, Óbidos, Peniche, Bombarral, Torres Vedras, Cadaval e Lourinhã e de parte dos concelhos de Alcobaça e de Mafra.

A pandemia de covid-19 provocou pelo menos 1.854.305 mortos resultantes de mais de 85 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 7.286 pessoas dos 436.579 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

DA // MLS

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS