Covid-19: Guiné Equatorial regista 15 novos casos e eleva total para 5.045

A Guiné Equatorial registou, nas últimas 24 horas, 15 novos casos de infeção pelo novo coronavírus, num total de 5.045 positivos, mantendo em 83 o número de mortes, anunciou hoje o Ministério da Saúde.

Covid-19: Guiné Equatorial regista 15 novos casos e eleva total para 5.045

Covid-19: Guiné Equatorial regista 15 novos casos e eleva total para 5.045

A Guiné Equatorial registou, nas últimas 24 horas, 15 novos casos de infeção pelo novo coronavírus, num total de 5.045 positivos, mantendo em 83 o número de mortes, anunciou hoje o Ministério da Saúde.

De acordo com os dados divulgados pelo Governo equato-guineense, na sua página oficial na Internet, foram realizados 1.503 testes nos últimos sete dias, sendo a taxa de positividade de 1,8%.

Também nos últimos dias, 32 pessoas foram consideradas recuperadas, elevando o total de casos resolvidos para 4.879.

Segundo a mesma informação das autoridades da Guiné Equatorial, há 76 casos ativos — destes, 14 pessoas estão hospitalizados, dos quais dois em situação crítica. Os dados indicam também que 81% dos casos positivos de covid-19 são assintomáticos.

Dos infetados, mais de metade (55%) têm idades entre os 15 e os 45 anos, e 80% dos casos registam-se na parte insular do país.

Registaram-se também 363 casos de infeção, incluindo cinco mortes, entre os profissionais de saúde.

A pandemia de covid-19 já provocou mais de um milhão de mortos e mais de 34 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em África, há 35.962 mortos confirmados em mais de 1,4 milhões de infetados em 55 países, segundo as estatísticas mais recentes sobre a pandemia no continente.

Entre os países africanos que têm o português como língua oficial, Angola lidera em número de mortos e Moçambique em número de casos. Angola regista 183 mortos e 4.972 casos, seguindo-se a Guiné Equatorial (83 mortos e 5.045 casos), Moçambique (62 mortos e 8.888 casos), Cabo Verde (60 mortos e 6.024 casos), Guiné-Bissau (39 mortos e 2.362 casos) e São Tomé e Príncipe (15 mortos e 911 casos).

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

JH // LFS

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS