Covid-19: Guiné-Bissau regista mais dois casos positivos na última semana

A Guiné-Bissau registou na última semana mais dois casos positivos para covid-19 e 31 recuperados, segundo os dados hoje divulgados pelo Alto-Comissariado para Covid-19.

Covid-19: Guiné-Bissau regista mais dois casos positivos na última semana

Covid-19: Guiné-Bissau regista mais dois casos positivos na última semana

A Guiné-Bissau registou na última semana mais dois casos positivos para covid-19 e 31 recuperados, segundo os dados hoje divulgados pelo Alto-Comissariado para Covid-19.

Segundo os dados, divulgados à imprensa, entre na última semana (entre 09 e 15 de novembro), foram feitos 1.551 testes, dos quais dois deram positivo para covid-19.

A Guiné-Bissau regista um total acumulado de 2.421 casos positivos desde março, quando foram registados os primeiros doentes de covid-19.

Dos 1.551 testes, 1.033 foram realizados a viajantes e os restantes foram feitos em unidades de saúde.

Em relação aos recuperados, o Alto-Comissariado confirma que mais 31 pessoas foram dadas como recuperados, aumentando o total para 2.286.

Há um registo de 87 casos ativos no país, segundo os dados.

O número de vítimas mortais manteve-se nos 43.

Por regiões, o Setor Autónomo de Bissau continua a ser o mais afetado pela pandemia provocada pelo novo coronavírus, seguido de Biombo e Bafatá, que são também as únicas no país onde há registo de casos ativos.

O arquipélago dos Bijagós é a única região onde não foi detetado qualquer caso.

Apesar do número de infetados estar a descer há várias semanas, as autoridades guineenses mantêm a situação de calamidade e de emergência na saúde, que deverá durar até 08 de dezembro.

A pandemia de covid-19 provocou pelo menos 1.319.561 mortos resultantes de mais de 54,4 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Em África, há 47.375 mortos confirmados em mais de 1,9 milhões de infetados em 55 países, segundo as estatísticas mais recentes sobre a pandemia naquele continente.

Angola regista 322 óbitos e 13.451 casos, seguindo-se Moçambique (113 mortos e 14.448 casos), Cabo Verde (103 mortos e 9.822 casos), Guiné Equatorial (85 mortos e 5.104 casos), Guiné-Bissau (43 mortos e 2.421 casos) e São Tomé e Príncipe (16 mortos e 963 casos).

O Brasil é o país lusófono mais afetado pela pandemia e um dos mais atingidos no mundo, ao contabilizar o segundo número de mortos (mais de 5,8 milhões de casos e 165.798 óbitos), depois dos Estados Unidos.

MSE // VM

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS