Covid-19: Guiné-Bissau com mais 23 novos casos e um morto eleva total acumulado para 2.385

A Guiné-Bissau registou na última semana 23 novos casos de covid-19 no país e mais uma vítima mortal, elevando o total acumulado de contágios para 2.385, segundo os dados hoje divulgados pelo Alto Comissariado para a Covid-19.

Covid-19: Guiné-Bissau com mais 23 novos casos e um morto eleva total acumulado para 2.385

Covid-19: Guiné-Bissau com mais 23 novos casos e um morto eleva total acumulado para 2.385

A Guiné-Bissau registou na última semana 23 novos casos de covid-19 no país e mais uma vítima mortal, elevando o total acumulado de contágios para 2.385, segundo os dados hoje divulgados pelo Alto Comissariado para a Covid-19.

Segundo o boletim informativo relativo ao período entre 28 setembro e 03 de outubro, a Guiné-Bissau registou 23 novos casos, nomeadamente 14 em Bissau, cinco em Farim, dois em Biombo e dois em Oio.

“Infelizmente registamos mais uma vítima mortal por covid-19”, afirmou a Alta Comissária para a Covid-19, Magda Robalo, elevando para 40 mortos o total acumulado desde o início da pandemia.

Em relação ao número de recuperados, Magda Robalo salientou que subiu para 1.728 e que permanecem ativos 6111.

Na última semana, a Guiné-Bissau registou também um aumento do número de testes realizados à população, tendo conseguido testar 1.623 pessoas.

No total, o país já realizou 21.574 testes.

Os primeiros casos de covid-19 na Guiné-Bissau foram registados em março.

No âmbito do combate à pandemia, o Governo guineense declarou em setembro situação de calamidade e de emergência na saúde no país até 08 de dezembro.

A pandemia de covid-19 provocou pelo menos 3.912 mortos nas últimas 24 horas no mundo e 265.562 novos casos, elevando para 1.037.971 as vítimas mortais desde o surgimento da doença em dezembro, segundo o balanço diário da AFP.

África registou mais 175 mortes devido à covid-19 nas últimas 24 horas, subindo o número de óbitos para 36.789, num total de 1.513.858 infetados, segundo os últimos dados sobre a pandemia no continente.

MSE // EL

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS