Covid-19: Governo dos EUA doa equipamento de proteção a centro de investigação moçambicano

O Departamento de Defesa dos Estados Unidos da América (EUA) doou equipamento de proteção individual, avaliado em 75 mil dólares (61 mil euros), a um centro de investigação de saúde moçambicano, anunciou hoje a entidade em comunicado.

Covid-19: Governo dos EUA doa equipamento de proteção a centro de investigação moçambicano

Covid-19: Governo dos EUA doa equipamento de proteção a centro de investigação moçambicano

O Departamento de Defesa dos Estados Unidos da América (EUA) doou equipamento de proteção individual, avaliado em 75 mil dólares (61 mil euros), a um centro de investigação de saúde moçambicano, anunciou hoje a entidade em comunicado.

“Nós esperamos que este equipamento ajude a proteger as equipas de saúde que estão na linha da frente da resposta à covid-19 enquanto trabalham para impedir a disseminação deste vírus”, disse o tenente-coronel do Departamento de Defesa dos EUA, Fergal O’Reilly, citado no comunicado.

O equipamento, composto por máscaras, álcool e termómetros, é destinado aos profissionais do Centro de Investigação e Treino em Saúde da Polana Caniço (Cispoc), na cidade de Maputo.

Segundo o tenente-coronel, o contributo faz parte de um pacote de 900 mil dólares (734 mil euros) que se pretende doar, em equipamentos de proteção, a unidades de saúde públicas e militares, incluindo nas províncias de Nampula, Sofala, Cabo Delgado e Zambézia.

“A nossa parceria para apoiar os serviços de saúde militares tem uma história longa e de sucesso”, frisou o tenente, referindo que a doação é um “exemplo claro do contributo contínuo do departamento” para apoiar Moçambique.

“Como em qualquer vitória militar, nós só poderemos vencer a batalha contra a covid-19 através de um contínuo trabalho de equipa e uma dedicação plena a favor do nosso objetivo comum”, concluiu.

Desde o anúncio do primeiro caso, Moçambique tem um cumulativo de 17.256 casos registados, dos quais 15.257 (88%) são dados como recuperados, havendo ainda 145 mortos.

A pandemia de covid-19 provocou pelo menos 1.649.927 mortos resultantes de mais de 74,1 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

LYN//JLS

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS