Covid-19: França sem novas restrições esta semana

O porta-voz do governo de França, Gabriel Attal disse que não haverá “qualquer mudança nas restrições nacionais esta semana” e que o dispositivo em vigor há sete dias se vai manter.

Covid-19: França sem novas restrições esta semana

Covid-19: França sem novas restrições esta semana

O porta-voz do governo de França, Gabriel Attal disse que não haverá “qualquer mudança nas restrições nacionais esta semana” e que o dispositivo em vigor há sete dias se vai manter.

O porta-voz do governo de França, Gabriel Attal disse que não haverá “qualquer mudança nas restrições nacionais esta semana” e que o dispositivo em vigor há sete dias se vai manter.

Uma semana após o anúncio da generalização do recolher obrigatório às 18h00 e até às 06h00, Attal, que falava no final do Conselho de Ministros, indicou: “vamos dar uma hipótese a isto, é possível que esta medida permita travar mais a circulação do vírus no nosso país”.

Segundo o porta-voz, as autoridades estão a tentar “antecipar o máximo possível” para todos os setores o que poderão esperar quando puderem reabrir.

No plano de desconfinamento progressivo apresentado no final de novembro pelo Presidente Emmanuel Macron e agora adiado ‘sine die’ o dia de hoje era o da reabertura dos bares e restaurantes. As estâncias de esqui também esperam saber, sem grandes esperanças, se poderão utilizar os teleféricos durante as férias escolares de fevereiro.

Gabriel Attal indicou que o ministro da Economia e Finanças, Bruno Le Maire, anunciará “aos profissionais (daquele) setor, até ao final da semana”, as decisões de levantar ou não as restrições.

O setor que representa entre 250.000 e 400.000 empregos diretos e indiretos, incluindo muitos sazonais, pediu a reabertura dos teleféricos para 30 de janeiro “para garantir a sobrevivência do ecossistema da montanha” e “limitar o impacto social”.

Mas a situação sanitária não melhora. Na terça-feira o número de doentes com covid-19 recebidos num dia nos serviços de reanimação ultrapassou os 300, o que não acontecia desde 19 de novembro, no final da segunda vaga.

Nos últimos sete dias registaram-se mais de 10.000 novas hospitalizações, indicador que vem aumentando. O número de mortos está estável, 373 na terça-feira, fazendo aumentar para 71.342 o total desde o início da pandemia.

LEIA MAIS
Covid-19: Pior dia da pandemia em Portugal. 219 mortos e mais de 14 mil infetados em 24 horas

 

Impala Instagram


RELACIONADOS