Covid-19: Espanha tem hoje quase 30.000 novos casos e 432 mortes

A Espanha registou hoje 29.960 novos casos de covid-19, uma redução de mais de 1.500 casos em relação a quarta-feira, elevando para 2.913.425 o total de infetados até agora no país.

Covid-19: Espanha tem hoje quase 30.000 novos casos e 432 mortes

Covid-19: Espanha tem hoje quase 30.000 novos casos e 432 mortes

A Espanha registou hoje 29.960 novos casos de covid-19, uma redução de mais de 1.500 casos em relação a quarta-feira, elevando para 2.913.425 o total de infetados até agora no país.

A Espanha registou hoje 29.960 novos casos de covid-19, uma redução de mais de 1.500 casos em relação a quarta-feira, elevando para 2.913.425 o total de infetados até agora no país, segundo números divulgados pelo Ministério da Saúde espanhol.

As autoridades sanitárias também contabilizaram mais 432 mortes nas últimas 24 horas atribuídas à covid-19, passando o total de óbitos para 60.802.

O número diário de novos casos desceu de quarta para quinta-feira de 31.596 para 29.960 e o de mortes baixou de 565 para 432.

O nível de incidência acumulada (pessoas contagiadas) em Espanha está a descer há precisamente uma semana, tendo passado de quarta-feira para hoje de 816 para 783 casos diagnosticados por 100.000 habitantes nos 14 dias anteriores.

As regiões com os níveis mais elevados são as da Comunidade Valenciana (1.245), Castela e Leão (1.178) e La Rioja (1.160).

A pressão nos hospitais está a baixar, tendo nas últimas 24 horas dado entrada em todo o país 2.628 pessoas com a doença (2.941 na quarta-feira), das quais 475 na Andaluzia, 476 em Madrid, 388 na Comunidade Valenciana e 337 na Catalunha.

Em todo o país há 29.276 pessoas hospitalizadas com a covid-19 (30.256 na quarta-feira), o que corresponde a 23% das camas, das quais 4.823 pacientes em unidades de cuidados intensivos (4.836), 44% das camas desse serviço.

As autoridades centrais espanholas decidiram que a vacina contra a covid-19 produzida pela AstraZeneca não será administrado a pessoas com mais de 80 anos e adiou para sexta-feira a decisão sobre se vai alargar a mesma recomendação às pessoas com mais de 65 anos.

A maior parte dos países europeus decidiu não aplicar a vacina da AstraZeneca a maiores de 65 anos de idade, devido à falta de informação sobre os seus efeitos na população acima dessa idade.

As autoridades da região de Madrid começaram hoje a distribuir gratuitamente pelos habitantes com mais de 65 anos máscaras de proteção FFP2, indicadas para o pessoal de saúde.

O setor da saúde é da competência das 17 comunidades autónomas espanholas e, com esta medida, o Governo regional de Madrid pretende proteger uma parte importante da população mais vulnerável à covid-19.

As autoridades regionais da capital espanhola já tinham feito uma primeira distribuição deste tipo de máscaras de proteção na fase final da primeira vaga de pandemia, por toda a população, e uma segunda vez apenas pelas pessoas mais vulneráveis.

A pandemia de covid-19 provocou, pelo menos, 2.269.346 mortos resultantes de mais de 104,3 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 13.482 pessoas dos 748.858 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

 

 

Impala Instagram


RELACIONADOS