Covid-19: Espanha regista 9.639 novos casos e 133 mortes desde sexta-feira

A Espanha registou 9.639 novos casos de infeções de covid-19 desde sexta-feira, tendo o Ministério da Saúde também notificado mais 133 mortes atribuídas à doença durante esse período.

Covid-19: Espanha regista 9.639 novos casos e 133 mortes desde sexta-feira

Covid-19: Espanha regista 9.639 novos casos e 133 mortes desde sexta-feira

A Espanha registou 9.639 novos casos de infeções de covid-19 desde sexta-feira, tendo o Ministério da Saúde também notificado mais 133 mortes atribuídas à doença durante esse período.

O número de novos casos desceu do fim de semana anterior para este, passando de 15.489 para 9.639, enquanto o número de mortes diminuiu de 146 para 133.

O número total de casos desde o início da pandemia é de 4.887.394 e já faleceram 84.928 pessoas com a doença.

A incidência acumulada (contágios) continua a baixar, tendo diminuído de 198 (sexta-feira) para 177 casos (hoje) diagnosticados por cada 100.000 habitantes.

Nas últimas 24 horas, deram entrada nos hospitais de todo o país 455 pessoas com a doença (546 na sexta-feira), das quais 111 na Andaluzia, 72 em Madrid e 63 na Catalunha.

Por outro lado, desceu para 5.776 o número de hospitalizados com covid-19 (6.245), o que corresponde a 4,9% das camas, dos quais 1.382 pacientes estão em unidades de cuidados intensivos (1.460), 15,2% das camas desses serviços.

Os serviços do Ministério da Saúde também anunciaram hoje que 34,3 milhões de pessoas já estão completamente vacinadas contra a covid-19 (72,2% da população total), e 36,8 milhões têm pelo menos uma das doses (77,6%), em cerca de 47,3 milhões de habitantes que tem o país.

O ano letivo começou hoje em Espanha com 43,5% dos jovens entre os 12 e 19 anos já totalmente vacinados assim como quase 100% dos professores.

A covid-19 provocou pelo menos 4.565.622 mortes em todo o mundo, entre mais de 220,65 milhões de infeções pelo novo coronavírus registadas desde o início da pandemia, segundo o mais recente balanço da agência France-Presse.

A doença respiratória é provocada pelo coronavírus SARS-CoV-2, detetado no final de 2019 em Wuhan, cidade do centro da China, e atualmente com variantes identificadas em países como o Reino Unido, Índia, África do Sul, Brasil ou Peru.

FPB // PMC

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS